sexta-feira, 24 de agosto de 2012

BANCO DE QUESTÕES: BRASIL - NOVA REPÚBLICA


BANCO DE QUESTÕES: BRASIL - NOVA REPÚBLICA


TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO
(Puccamp 2005)           Uma ameaça que não se cumpriu

Em 1937, em Genebra, no plenário da Sociedade das Nações, o embaixador japonês barão Shudo levantou a tese de que as regiões inexploradas de vários países deveriam ser cedidas a nações ricas e populosas, como o Japão, naturalmente. Nesse caso o Brasil Central desértico era uma preocupação crescente. (...) Os estrategistas brasileiros concluíram que a Amazônia se autodefendia do colonizador branco com suas doenças, suas selvas e seu calor. Não havia porquê recear ali uma investida do Eixo. A mortandade provocada nos estrangeiros pela construção da ferrovia Madeira-Mamoré, na atual Rondônia, também corroborava essa tese.
Muito diferente, no entanto, era a situação da pré-Amazônia mato-grossense e goiana, com suas extensas faixas de campos e cerrados habitáveis, colonizáveis sem maiores esforços. Era o caso típico da região do Araguaia-Xingu, que continha a Serra do Roncador e seus prodígios, além dos garimpos de diamantes do alto Araguaia, em parte contrabandeados para a Alemanha.
            (Adaptado da Revista "Especial Temática". O Brasil que Getúlio sonhou. n.4. São Paulo: Duetto, 2004. p.71)

1. A ocupação da chamada pré-Amazônia mato-grossense efetivou-se na década de
a) 1950, a partir do Plano de Metas e a transferência de agricultores sem-terra nordestinos para projetos de colonização na região.
b) 1960, como parte da Doutrina de Segurança Nacional do governo militar, que temia a instalação de grupos guerrilheiros na região amazônica.
c) 1970, em razão da instalação do Projeto Grande Carajás na Serra do Roncador, para a produção de petróleo e gás natural.
d) 1980, com a entrada em operação do Projeto Calha Norte, com o objetivo de integrar a região à economia do país.
e) 1990, como produto da expansão da soja para o norte de Mato Grosso, seguindo o eixo da rodovia Cuiabá-Santarém (BR 163).

TEXTO PARA AS PRÓXIMAS 2 QUESTÕES.
(Ufrn 2002) Voltei nos braços do povo. A campanha subterrânea dos grupos internacionais aliou-se à dos grupos nacionais (...) Quis criar a liberdade nacional na potencialização de nossas riquezas através da Petrobrás; mal ela começa a funcionar, a onda de agitação se avoluma. A Eletrobrás foi obstaculada até o desespero. Não querem que o trabalhador seja livre. Não querem que o povo seja independente.
Carta-testamento do presidente Getúlio Vargas, em 24 de agosto de 1954.
            DEL PRIORE, Mary et al. "Documentos de história do Brasil: de Cabral aos anos 90". São Paulo: Scipione, 1997. p. 98-99.

O Estado começou a ser transformado para tornar-se mais eficiente, evitar o desperdício e prestar serviços de melhor qualidade à população. (...) Fui escolhido pelo povo (...). Para continuar a construir uma economia estável, moderna, aberta e competitiva. Para prosseguir com firmeza na privatização. Para apoiar os que produzem e geram empregos. E assim recolocar o País na trajetória de um crescimento sustentado, sustentável e com melhor distribuição de riquezas entre os brasileiros.
Discurso de posse do presidente Fernando Henrique Cardoso, em 2 de janeiro de 1999.
            CARDOSO, F.H. Por um Brasil solidário. "O Estado de São Paulo", 2 jan. 1999.

2. Os pronunciamentos de Getúlio Vargas e Fernando Henrique Cardoso foram proferidos em momentos históricos diferentes. Contudo, os dois governantes têm em comum o fato de
a) sentirem-se pressionados pelas forças democráticas para adotarem um modelo político capaz de assegurar a estabilidade das instituições políticas.
b) obterem o apoio em massa dos trabalhadores para a implementação de suas respectivas políticas estatais.
c) sofrerem campanhas contrárias às suas ações políticas, lideradas por movimentos nacionais com o apoio clandestino de grupos internacionais.
d) referirem-se ao apoio popular para legitimar suas ações, uma vez que chegaram ao poder através do voto direto.


3. A atuação do Estado no Brasil difere nos governos de Getúlio Vargas e Fernando Henrique Cardoso (FHC), uma vez que
a) para Vargas, ao Estado cabia explorar as riquezas nacionais, base para a construção de uma nação forte; para FHC, ao Estado cabe estimular os investimentos privados, que inserem o país na economia internacional.
b) para Vargas, o Estado tinha a função de organizar os trabalhadores em sindicatos internacionais; para FHC, o Estado situa-se acima das classes sociais, estando assim impossibilitado de intervir nas questões trabalhistas.
c) Vargas concebia um Estado capaz de promover a aliança entre a burguesia nacional e a burguesia internacional; FHC concebe um Estado independente em relação aos diferentes grupos econômicos.
d) Vargas estimulou a criação de empresas privadas com capital nacional em substituição às empresas públicas; FHC defende a privatização das empresas estatais como meio de manter a estabilidade da economia.


TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO
(Ufba 96) Na(s) questão(ões) a seguir escreva nos parênteses a soma dos itens corretos.

4. Entre as questões relevantes do Brasil atual, pode-se citar:

(01) A política de privatizações de empresas estatais, que tem mobilizado setores políticos e empresariais do país, objetivando conter o déficit público, aumentar a produtividade e reduzir os gastos com a máquina governamental.
(02) O neoliberalismo, adotado pelos governos brasileiros nesta década de 90, que preconiza a intervenção e o controle do Estado na economia e nas atividades sindicais.
(04) A participação no MERCOSUL, que tem garantido ao Brasil a expansão do mercado de trabalho e a ampliação significativa da produção industrial.
(08) Os problemas enfrentados pelo setor agrícola, decorrentes do acúmulo de dívidas com instituições bancárias, da política de juros altos e da elevação dos preços dos insumos, que ameaçam comprometer as safras dos próximos anos.
(16) A crise no setor de saúde pública, responsável pelo precário atendimento às camadas populares, contrastando com os avanços verificados nos campos da medicina e da odontologia nacionais e comprovando que sua solução depende da adoção de medidas políticas adequadas.
(32) A elevação do contingente populacional sem terra, decorrente do empobrecimento generalizado, da concentração da propriedade da terra e da lentidão do Estado na aplicação de projetos de reforma agrária.

Soma (          )

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO
(Ufba 94) Assinale as proposições corretas, some os números a elas associados e marque no espaço apropriado.

5. "Um povo sempre acusado de abulia e de inaptidão para a vida pública ofereceu, ante a surpresa de observadores locais e estrangeiros, o espetáculo de seu próprio talento para se organizar e manifestar, com responsabilidade, energia e imaginação.
A tudo isso, congressistas cujos nomes publicamos nesta mesma página disseram não. Evitemos insultar a memória do passado e as gerações de amanhã chamando-os congressistas: são representantes de si próprios, espectros de parlamentares, fiapos de homens públicos, fósseis da ditadura."
            ("Folha de S. Paulo" apud PILETTI, p. 190)

Da análise do texto e dos conhecimentos sobre as modificações políticas ocorridas no Brasil contemporâneo, pode-se afirmar:

(01) A movimentação popular referida no texto diz respeito à campanha pelas "diretas já".
(02) Os parlamentares foram criticados pela Folha de S. Paulo porque apoiaram, em maioria, a emenda Dante de Oliveira.
(04) As "diretas já" não foram aprovadas em 1984, porque a maioria dos deputados oposicionistas não compareceu à votação.
(08) A Constituição de 1967 estabelecia que o Presidente da República fosse eleito indiretamente por um colégio eleitoral.
(16) Em 1984, o congresso que deveria escolher o primeiro presidente civil, após vinte anos de ditadura militar, teve sua legitimidade contestada pelos democratas.
(32) Os congressistas referidos no texto como "espectros de parlamentares, fiapos de homens públicos, fósseis da ditadura" derrotaram o candidato da Aliança Democrática, em 1985.

Soma (          )

6. (Unitau 95) As assembléias constituintes de 1987 davam direito aos cidadãos de apresentarem propostas e emendas ao texto constitucional. Nesse sentido, foram intensas as pressões dos grupos organizados para representar interesses setoriais junto ao Congresso Constituinte e forçar suas decisões de acordo com esses interesses. Esses grupos eram chamados de:
a) lobbies.
b) constituintes.
c) reformistas.
d) interventores.
e) relatores.

7. (Unitau 95) Recentemente, tem havido no país um crescimento do número de movimentos grevistas. Esses movimentos têm como principal reivindicação:
a) reajustes reais de salário, isto é, salários que possam superar o custo de vida.
b) o direito de se organizarem através de uma entidade representativa.
c) o direito ao FGTS e salário desemprego.
d) a legalidade dos movimentos reivindicatórios e da greve.
e) melhores condições de trabalho, direito à recreação e à alimentação fornecida pela empresa.

8. (Unitau 95) Muitos planos econômicos ocorreram nos anos 80, exceto o:
a) Plano de Metas.
b) Plano Cruzado.
c) Plano Collor.
d) Plano Bresser.
e) Plano Verão.

9. (Unitau 95) O Brasil vive uma crise econômica há quase duas décadas, que tem como um de seus mais perversos efeitos a inflação. Para combatê-la, têm-se elaborado vários planos econômicos, dos quais o primeiro foi o:
a) Plano Collor.
b) Plano Salte.
c) Plano Cruzado.
d) Plano Cavallo.
e) Plano FHC.

10. (Unitau 95) A maioria das pessoas depende dos salários para sobreviver. A queda do nível salarial tem sido um fato real. Isso se deve:
a) aos salários que são reajustados em níveis que ficam abaixo dos aumentos do custo de vida.
b) à população que tem aceitado passivamente as imposições do esquema produtivo.
c) à jornada diária de um trabalhador brasileiro que é muito pequena se comparada com a de um trabalhador norte-americano.
d) ao Estado que não permite reivindicações trabalhistas.
e) aos trabalhadores brasileiros que não têm uma entidade representativa que possa encaminhar suas reivindicações.

11. (Unesp 95) Em seu discurso, ao lançar o plano econômico, o presidente descreveu a inflação como "o inimigo público número um". O plano obteve imediato apoio da população e, da noite para o dia, o presidente e o ministro Funaro se tornaram heróis nacionais. O povo entrava nos supermercados, verificava os preços e denunciava os gerentes quando notava que algum produto havia sido remarcado irregularmente.
O texto anterior refere-se ao Plano:
a) Verão
b) Cruzado
c) Collor
d) Bresser
e) Campos-Bulhões

12. (Cesgranrio 95) A recente eleição revelou um relativo desinteresse dos eleitores pelo pleito proporcional (eleição para Deputados Federais e Estaduais), o que pode ser associado a:
a) alterações da legislação eleitoral, reduzindo a propaganda eleitoral nos meios de comunicação.
b) sucessivos escândalos de corrupção, envolvendo políticos e o noticiário sobre falta de quorum para funcionamento do Congresso Nacional.
c) realização de Revisão Constitucional, apesar da posição contrária da maioria do Congresso Nacional.
d) extensão do direito de voto aos analfabetos e aos maiores de 16 anos, pela primeira vez.
e) desvinculação de eleições proporcionais das eleições majoritárias (Governador e Senador).

13. (Puccamp 95) " ... embora a vontade política do presidente Itamar, dos ex-ministros Fernando Henrique Cardoso e Rubem Ricúpero tenha implantado a primeira fase do Plano Real com sucesso, sem a segunda fase (...) o Plano não será bem sucedido..."

Pelo programa econômico divulgado pelo Governo o sucesso da segunda fase a que o texto se refere implica em:
a) ampliar a representação dos Estados no Senado e reestruturar o poder Judiciário.
b) mudanças na legislação trabalhista nas esferas federal, estadual e municipal.
c) reformas estruturais nos sistemas tributário, previdenciário e na administração pública.
d) estimular a criação de mecanismos de proteção ao consumidor e privatizar as empresas públicas.
e) centralizar as decisões de política monetária nas instituições financeiras privadas.

14. (Cesgranrio 94) A economia brasileira, desde o final da década de 1970, apresenta índices de inflação alta, redução do crescimento econômico e dificuldades com endividamento externo e interno que caracterizam os anos 80 como a chamada "década perdida". Assinale a opção que expressa corretamente uma característica do período.
a) Os planos de estabilização (Cruzado, Bresser, etc.) eliminaram momentaneamente a inflação, mas seus resultados foram de curta duração.
b) A elevação da inflação brasileira está ligada à diminuição da produção de alimentos, decorrente do direcionamento da produção agrícola para o mercado externo.
c) O crescente endividamento brasileiro no exterior não repercutiu na economia interna, porque foi compensado pelos investimentos estrangeiros no país.
d) A Constituição de 1988 agravou a crise brasileira, ao reduzir a carga de impostos e limitar os benefícios trabalhistas e previdenciários.
e) A crise levou o governo a aumentar sua participação na economia, criando estatais ou assumindo empresas privadas, com o objetivo de manter os níveis de crescimento.

15. (Cesgranrio 94) A grave crise do sistema de saúde refletida no noticiário da imprensa está relacionada à implantação do SUS (Sistema Unificado de Saúde), estabelecido pela Constituição de 1988, que preconiza:
a) a centralização do atendimento médico pelo INAMPS (Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social), subordinado ao Ministério da Saúde.
b) a transferência da rede de atendimento aos Municípios e supletivamente aos Estados, cabendo à União o repasse das verbas.
c) a universalização do atendimento médico pela rede pública e privada, através dos Seguros de Saúde, controlados pelo governo.
d) a vinculação do atendimento médico ao sistema de seguridade social gerido pelo Ministério da Previdência Social.
e) a total descentralização do sistema com a transferência aos Estados e Municípios de todas as suas etapas, desde a arrecadação das contribuições até a prestação dos serviços.

16. (Cesgranrio 94) A recente criação de um Ministério Extraordinário para coordenar as ações do governo na região Amazônica ressalta a amplitude dos problemas da região.
Dentre os problemas que estão sob a coordenação do novo Ministério está:
a) a retomada dos grandes projetos rodoviários de integração, como a Transamazônica.
b) o controle da exploração mineral pelas empresas multinacionais.
c) a mecanização dos garimpos e o controle das atividades extrativas.
d) a repressão à participação das comunidades indígenas no tráfico internacional de entorpecentes.
e) a demarcação e a fiscalização das reservas indígenas.

17. (Fatec 96) No mesmo dia da morte de Tancredo Neves, José Sarney assumiu a Presidência da República do Brasil. O consenso sobre o processo democrático foi uma das válvulas mestras que impulsionaram Sarney a enviar ao Congresso, em maio de 1985, uma série de medidas democratizantes, transformadas em lei.
Com essas medidas,
a) restabeleceram-se as eleições diretas para prefeito das capitais, das áreas consideradas de segurança nacional e das estâncias hidrominerais.
b) restabeleceram-se as eleições diretas para presidente e vice, e conseqüentemente manteve-se o colégio eleitoral.
c) criou-se a Lei Falcão, que permitiu a propaganda eleitoral nos veículos de comunicação, principalmente tevê e rádio.
d) apesar da liberdade de organização de novos partidos políticos, não foi permitida a legalização dos partidos que viviam na clandestinidade.
e) restabeleceram-se as eleições diretas para prefeitos, mas não para a Presidência da República.

18. (Fgv 96)

Nas eleições para a Câmara do Deputados (1994), o Estado de São Paulo elegeu 70 parlamentares através de 13 partidos políticos. Acerca dessas eleições é possível afirmar que nesta unidade da Federação:
a) PT, PC do B e PDT, partidos com forte representação em todo o território nacional, conseguiram eleger mais de 30% dos parlamentares paulistas à Câmara dos Deputados.
b) PSB, PRN e PT, partidos com programas de governo praticamente idênticos, elegeram em conjunto menos de 20% dos deputados federais do Estado de São Paulo.
c) PPR, PTB, e PSD elegeram, conjuntamente, dezoito deputados, o que representa cerca de 50% do total dos representantes de São Paulo eleitos pelos três maiores partidos.
d) PSDB, PMDB e PFL, partidos que em nível federal apoiam o governo Fernando Henrique Cardoso, elegeram em conjunto cerca de 45% dos deputados federais por São Paulo.
e) PFL, PL e PSB, partidos com programas de governo bastante semelhantes, elegeram em conjunto, aproximadamente, 40% dos representantes estaduais de São Paulo em Brasília.

19. (Puccamp 93) No Brasil, a organização política implantada pelo Regime Militar, instalado pós/64, caracterizou-se pela
a) ampliação dos poderes estaduais sustentada por acordos regionais entre chefes políticos conservadores e setores de vanguarda empresarial.
b) crescente concentração de poderes para o Executivo com os Atos Institucionais legitimando a manutenção de um Estado forte.
c) permanente utilização de instrumentos de exceção controlados pelos representantes do Congresso que passou a ser autônomo e independente.
d) implantação de controle popular sobre os antigos caciques políticos municipais que ameaçavam a estabilidade do Regime.
e) estratégia de abertura e distensão política executada de forma lenta e gradual com o objetivo de fortalecer o poder dos partidos políticos.

20. (Udesc 96) Assinale a alternativa CORRETA.
O "risco de fujimorização" do Brasil, que alguns políticos e intelectuais têm apontado ultimamente, toma como referência:
a) a influência do crime organizado na vida pública, como acontece com a máfia na Itália;
b) a declaração de uma guerra civil sangrenta, como a que envolveu a antiga Iugoslávia;
c) o fechamento do Congresso e a suspensão de direitos civis, por parte do presidente do Peru;
d) a implantação de um regime socialista, nos moldes do existente hoje em Cuba;
e) o desencadeamento de um golpe militar, tal qual ocorreu há duas décadas no Chile.

21. (Uece 96) A morte do advogado Paulo César Farias trouxe à tona uma intensa discussão a respeito dos esquemas de corrupção instalados no governo brasileiro e denunciados após a eleição presidencial de 1989. A respeito disso, marque a alternativa correta:
a) o esquema de corrupção comandado por P.C. Farias foi denunciado pelo próprio Presidente Collor logo após a sua posse
b) as eleições de 1989 ficaram marcadas pelas denúncias de corrupção por parte dos dois candidatos que chegaram ao 2Ž turno, Collor e Brizola
c) as denúncias de corrupção levaram à renúncia do Presidente Fernando Collor, que mesmo assim acabou sendo absolvido pelo Supremo Tribunal Federal
d) tanto o "esquema P.C." quanto a "máfia do orçamento" já foram esclarecidas pela Justiça e seus responsáveis julgados e presos


22. (Fuvest 85) O próximo presidente da República será eleito, em 15 de janeiro de 1985, por um Colégio Eleitoral composto por:
a) todos os prefeitos das capitais, todos os deputados federais e estaduais.
b) todas as pessoas alfabetizadas, maiores de 18 anos, portadoras do titulo eleitoral.
c) todos os deputados federais e senadores e uma representação de seis deputados estaduais de cada Assembléia Legislativa.
d) 138 representantes dos governadores estaduais e todos os componentes do Congresso Nacional.
e) todos os deputados estaduais e federais e todos os senadores.

23. (Mackenzie 96) O movimento dos estudantes "caras pintadas", clamando por ética e moralidade na vida pública, está relacionado com qual acontecimento da história política brasileira?
a) O apoio popular à emenda constitucional que estabelecia as eleições diretas para presidente.
b) Os sucessivos choques econômicos - "Plano Cruzado", "Plano Bresser" e "Plano Verão" - promovidos pelo governo Sarney.
c) A C.P.I. da Câmara, que investigou as denúncias referentes à Comissão de Orçamento e favorecimento a grandes construtoras.
d) A privatização das Companhias estatais - Vale do Rio Doce, USIMINAS e Petrobrás.
e) Denúncias de que o Presidente da República estava envolvido com correntistas fantasmas, maquiagens contábeis e notas frias.

24. (Mackenzie 96) Leia o texto:

"Este Brasil onde aparentemente não cabem os 150 milhões de habitantes das estatísticas demográficas é assim por descaso. Com a produção agrícola atual, poderia alimentar 300 milhões de pessoas. Nada, em sua economia, impede que sejam gerados 9 milhões de empregos de emergência. Se a posse da terra fosse democratizada de maneira rápida e decidida, abriria lugar para 12 milhões de famílias. Se as coisas assim acontecessem, 32 milhões de pessoas que estão passando fome teriam comida, pelo menos comida (...)"
            (Herbert de Souza - "Reflexões para o futuro" - Revista VEJA "25 anos")
           
Nos últimos anos, importante campanha relacionada com o texto acima vem ocorrendo no Brasil, cuja denominação é:
a) Ação da Cidadania contra Fome e Miséria e pela Vida.
b) Campanha pela Reforma Agrária da Contag.
c) Movimento de Geração de Emprego do SEBRAE.
d) Campanha de Aumento da Produção Agrícola.
e) Frente Nacional pela Paz no Campo e na Cidade.

25. (G1) Ao assumir a presidência da República, estabeleceu  um plano econômico com a finalidade de acabar com a inflação, confiscando as cadernetas de poupança, as aplicações financeiras e as contas correntes, gerando uma grave crise na indústria, desemprego e a falência de várias empresas.

O texto acima, refere-se a:
a) José Sarney e o Plano Cruzado;
b) Itamar Franco e o Plano Real;
c) Garrastazu Médici e o I Plano Nacional de Desenvolvimento;
d) Fernando Henrique Cardoso e o Plano Real;
e) Fernando Collor de Melo e o Plano Collor.

26. (Mackenzie 97) Em 29 de setembro de 1992, o presidente Collor de Mello era afastado do poder. Três meses depois, o Senado aprovava a perda de mandato e suspensão dos direitos políticos por oito anos.
Dentre as causas deste desfecho apontamos:
a) a vasta cadeia de denúncias pela imprensa, escândalos, desemprego e recessão.
b) o fracasso total no processo de privatização da economia e liberalização de preços.
c) a forte oposição do governo a um modelo neo-liberal.
d) a hiperinflação que não pôde ser evitada, gerando forte crise social.
e) a pressão dos grupos financeiros, visando a renegociação da dívida externa.

27. (Faap 97) Elaborada ao longo de um ano e meio, a Constituição de 1988 apresentou como principais características:

1. sistema presidencialista, com presidente eleito por voto popular direto e eleição em dois turnos;
2. reforço dos poderes do Legislativo e transformação do Judiciário num poder verdadeiramente independente, apto inclusive de julgar e anular atos do Executivo;
3. consolidação dos princípios democráticos e defesa dos direitos individuais e coletivos dos cidadãos;
4. assistencialismo social, ampliando os direitos dos trabalhadores.

Use o código:
a) desde que apenas estejam corretas 1 e 3
b) desde que apenas estejam corretas 2 e 4
c) desde que apenas estejam corretas 1 e 2
d) desde que apenas estejam corretas 3 e 4
e) desde que todas estejam corretas

28. (Fatec 97) Sobre a eleição presidencial de 1989, considere as seguintes afirmações:

I - A eleição em dois turnos objetiva fazer com que o eleito some sempre a maioria absoluta (metade mais um) dos votos.  Se esse resultado não for obtido por qualquer um dos candidatos no primeiro turno, os dois primeiros colocados disputam o segundo, evitando assim que o chefe do poder legislativo (municipal, estadual ou federal) chegue a esse posto contando apenas com os votos de uma parcela do eleitorado.
II - Um dos efeitos políticos da eleição em dois turnos é possibilitar que as diversas correntes políticas apresentem candidaturas próprias no primeiro turno, deixando as composições e articulações eleitorais para o segundo turno.
III - Na eleição presidencial de 89, a primeira em dois turnos do país, apresentaram-se 22 candidatos para a disputa do primeiro turno.

A respeito dessas afirmações devemos dizer que:
a) apenas a II e a III estão corretas.
b) apenas a I está correta.
c) apenas a I e a III estão corretas.
d) apenas a I e a II estão corretas.
e) todas estão corretas.

29. (Mackenzie 97) Quatro meses após seu lançamento, o plano econômico começou a despencar; produtos desapareciam do mercado, estocagem especulativa, desobediência ao congelamento e fracasso da operação "caça ao boi gordo no pasto". O plano descrito anteriormente pertence à História recente da república e foi denominado:
a) Plano Bresser.
b) Plano Salte.
c) Plano Cruzado.
d) Plano Collor.
e) Plano Real.

30. (Unirio 97) O retorno do Brasil ao regime democrático, na década de 80, teve como um dos seus marcos mais significativos a(o):
a) vitória do movimento pela eleição direta para Presidente da República.
b) eleição de Fernando Collor pelo Colégio Eleitoral.
c) eleição de Tancredo Neves com o apoio do último governo militar.
d) promulgação da nova Constituição, em 1988.
e) movimento dos "caras pintadas", a favor do "impeachment" de Fernando Collor.

31. (Pucmg 97) Os militares tiveram, ao longo do tempo, presença marcante na história política do Brasil. Entretanto, a Constituição promulgada em 05/10/1988 restringiu o papel das Forças Armadas, que pode ser resumido em:
a) defesa do país em caso de ataque externo e combate ao "inimigo interno".
b) garantia dos poderes "constituídos", da lei e da ordem.
c) preservação da paz social, através de intervenções diretas em momentos de instabilidade.
d) manutenção do controle da sociedade, através de organizações como o SNI.
e) defesa da pátria e garantia dos poderes constitucionais.

32. (Cesgranrio 98) Os recentes episódios de manifestações dos corpos policiais brasileiros em defesa de melhorias salariais podem ser associados ao(à):
a) predomínio da política sobre o poder civil, herdada do período militar.
b) politização crescente dos corpos policiais, representados por partidos políticos próprios.
c) defesa, por parte de seus integrantes, da desmilitarização dos corpos policiais.
d) crise do Estado, em todos os níveis, que convive com elevado déficit orçamentário e impossibilidade de rever a política salarial dos servidores.
e) vinculação das polícias à condição de "braços armados" das oligarquias estaduais.

33. (Puccamp 97) "Apesar do grande crescimento e diversificação da economia brasileira durante os anos do Regime Militar, o país chegou à Nova República com uma difícil herança econômica: (...) uma inflação sem controle e taxa de crescimento negativa. (...) Para conter a inflação os governos do período de redemocratização lançam sucessivos planos de estabilização e saneamento..."

Em relação aos planos a que o texto se refere pode-se citar os nomes de
a) André Lara Resende e Jânio de Freitas.
b) João Paulo dos Reis Veloso e Pérsio Arida.
c) Octávio Gouvêa de Bulhões e Celso Furtado.
d) Dilson Funaro e Luis Carlos Bresser Pereira.
e) Roberto de Oliveira Campos e Antônio Delfim Netto.

34. (Puccamp 97) "Estudos mostram avanço positivo do Plano Real: com a queda da inflação e o crescimento econômico, o País reduziu significativamente o número de miseráveis. (...) é fundamental, no entanto, que não se cometa o erro absurdo e imperdoável de avaliar que já somos menos injustos..."

Tendo em vista a realidade brasileira pode-se afirmar, a partir das idéias do texto, que
a) apesar dos aspectos positivos, possuímos uma das maiores desigualdades de renda do mundo.
b) a queda da inflação foi acompanhada pela redução no consumo de bens das camadas populares.
c) o crescimento econômico permitiu solucionar o problema do déficit habitacional nos grandes centros.
d) a população situada na categoria de miseráveis é pequena e concentrada nas zonas rurais.
e) a injustiça social permanece, pois os índices de analfabetismo foram reduzidos apenas para 50% do total de habitantes.

35. (Fuvest 98) A campanha eleitoral de Fernando Collor de Mello baseou-se, essencialmente, no tema da moralização administrativa e política. Que outro candidato à Presidência da República explorou, com preferência, a mesma temática?
a) Eurico Gaspar Dutra.
b) Fernando Henrique Cardoso.
c) Tancredo Neves.
d) Jânio Quadros.
e) Getúlio Vargas.

36. (Fuvest 98) Acerca da década de 1980 no Brasil, podemos afirmar, do ponto de vista econômico, que foi um período
a) de grande expansão, embora fortemente perturbado pelas incertezas quanto à consolidação da democracia.
b) de forte desenvolvimento da indústria, ainda que não acompanhado por outros setores da economia.
c) de recomposição da mão-de-obra, como resultado do declínio das migrações.
d) de recessão das atividades econômicas, tanto que muitos o consideram uma década perdida.
e) de ampla abertura ao capital estrangeiro, propiciando por essa via o aumento do produto interno bruto.

37. (Unb 97) Julgue os seguintes itens, relativos às transformações políticas no Brasil atual.

(1) A possibilidade de reeleição para os cargos de Presidente da República, governadores e prefeitos é uma ruptura com a tradição republicana brasileira.
(2) Os partidos políticos, ao votarem a favor ou contra a emenda da reeleição, o fizeram em bloco e respeitaram a unidade partidária.
(3) As reformas debatidas e aprovadas no Congresso Nacional nos últimos meses modificaram vários artigos da Constituição vigente.
(4) Nos anos noventa, o Brasil foi o primeiro país da América Latina a alterar a Constituição, a fim de garantir a possibilidade de reeleição para o presidente no exercício do cargo.
(5) A recente denúncia de venda de votos no Congresso Nacional, que resultou na renúncia de alguns senadores e deputados, está relacionada à tramitação do polêmico projeto de reforma administrativa proposto pelo Governo.

38. (Fatec 97) Sobre o governo do Presidente Itamar Franco considere as seguintes afirmações:

I - Embora os graves problemas sociais e econômicos continuassem a exigir providências, o grande debate político dava-se em torno da definição das futuras candidaturas para presidente da república.
II - Após a realização do plebiscito que decidiu sobre o regime e a forma de governo que deveriam vigorar no país, a revisão constitucional (questão de fundamental importância) não foi adiante.
III - A culminância da atuação do Ministério da Fazenda deu-se com a implantação de um novo plano econômico: o Plano Real. Tratava-se de um conjunto de medidas que deveriam recuperar a moeda e promover a estabilidade da economia.

Dessas afirmações:
a) apenas a II e a III são corretas.
b) apenas a I e a III são corretas.
c) apenas a I e a II são corretas.
d) apenas a I é correta.
e) todas são corretas.

39. (Mackenzie 99) Os anos 80, no Brasil, foram denominados a década perdida porque:
a) o país não recobrou a normalidade democrática, permanecendo sob regime militar.
b) o isolamento político em relação aos países do continente dificultou as relações econômicas.
c) a economia estagnou e o Estado perdeu a capacidade de investimento nas áreas sociais.
d) o "apartheid social"  foi contornado por melhores condições de vida, mas o modelo político excluía a maioria dos cidadãos.
e) embora o Estado tenha conseguido eliminar a violência nas grandes cidades, não foi bem sucedido no controle da corrupção no setor público.

40. (Ufmg 99) Em entrevista concedida em maio de 1998, o governador de São Paulo vislumbrou as eleições deste ano nos seguintes termos:
"Eu dizia que [...] ia acontecer exatamente o que está acontecendo. Nós vamos transformar uma eleição numa disputa jurídica e não, numa disputa política. [...]
Agora a partir do dia 28 de maio [de 1998], se o partido aprovar o meu nome, eu não vou poder estar nem presente nas inaugurações. O que vai acontecer? Cada passo que você der, vai ter uma contestação na Justiça. Você vai transferir o debate da área política para a jurídica."
        (ISTO É. 27 de maio de 1998. p. 38.)

Essa possível transformação do debate político em debate jurídico, vislumbrada pelo governador de São Paulo, pode ser relacionada às mudanças legais que permitiram
a) a eleição direta para presidente.
b) o financiamento de campanhas por meio de doações.
c) a coligação partidária nos estados e municípios.
d) a reeleição para os cargos executivos.


41. (Puccamp 96) A vitória da oposição nas eleições presidenciais, em 1985, foi favorecida pelo "Movimento Diretas Já", de 1984, porque
a) a oposição teve o apoio dos setores dissidentes das Forças Armadas.
b) os movimentos populares de sindicatos e estudantes apoiaram os candidatos da oposição.
c) a anistia reordenou o quadro partidário.
d) extinguiram-se os dois partidos do período militar, a Arena e o MDB.
e) a oposição recebeu o apoio da dissidência do Partido do Governo.

42. (Puccamp 96) Visando a implementar medidas políticas, Sarney enviou ao Congresso a Emenda Constitucional nŽ 25 que ficou logo conhecida como Emendão. Por ela foram aprovadas, dentre outras,
a) a manutenção das eleições indiretas para prefeitos das capitais, das estâncias hidrominerais e das áreas consideradas de segurança nacional.
b) a liberalização das atividades sindicais, acabando-se com as intervenções governamentais nos sindicatos.
c) a proibição da organização partidária com a impossibilidade de legalização dos partidos.
d) a manutenção da proibição do direito de voto aos analfabetos.
e) a proibição de acesso à TV para propaganda, pelo partido político da oposição.

43. (Fatec 98) Nos itens abaixo estão relacionadas medidas governamentais.

I. Reforma Agrária, Reforma Providenciária e Estatização.
II. Reforma Agrária, Política de Privatização, Reforma do Sistema Previdenciário.
III. Reforma do Sistema Eleitoral, Política de Privatização, melhoria da arrecadação de impostos.
IV. Reforma do Sistema Eleitoral, Reforma Agrária, Reforma da Justiça do Trabalho.
V. Reforma do Sistema Eleitoral, aumento do número de Impostos, criação de empresas para a construção de Casas Populares.

Constituem medidas propostas pelo governo do Presidente Fernando Henrique Cardoso para implementar o Plano Real e propiciar o crescimento econômico do Brasil as indicadas
a) nos itens I, II, III, IV e V.
b) apenas nos itens I e II.
c) apenas nos itens II e III.
d) apenas nos itens IV e V.
e) apenas nos itens I, II e IV.

44. (Puccamp 98) I. "Na relação Estado/mercado, o presidente opta pelo privilégio deste, fonte do dinamismo, da modernização, dos gastos racionais - o mercado como 'melhor alocador de recursos', em contraposição ao Estado ineficiente, desperdiçador, irracional. Bastaria o Estado ser passado a limpo, para que a crise brasileira fosse superada, conduzida pela economia privada, livre das travas do Estado."

II. "Não é uma estabilidade ancorada num desenvolvimento econômico que, ao expressar a força de nossa economia, pudesse determinar a paridade com o dólar pela equiparação das duas economias. É um mecanismo basicamente financeiro, que se apoia na entrada maciça de capitais especulativos, pressionando o preço do dólar para baixo."

Os textos identificam, respectivamente, uma crítica à política
a) intervencionista do presidente Ernesto Geisel e ao II Plano Nacional de Desenvolvimento.
b) autoritária do presidente João Batista Figueiredo e ao Plano Cruzado II.
c) liberal do presidente Fernando Collor de Mello e ao Plano Brasil Novo.
d) neoliberal do presidente Fernando Henrique Cardoso e ao Plano Real.
e) populista do presidente Itamar Franco e ao Plano Verão.

45. (Ufrs 98) A crítica feita através da charge refere-se um aspecto da política econômica adotada pela administração FHC.


(Fonte: IMPRENSA, nŽ 20, setembro de 1997, p. 86.)

Leia as afirmações a seguir sobre a administração FHC.

I - A administração FHC tem privilegiado a abertura e a desnacionalização da economia do País, a privatização do setor público e uma política de compressão dos salários do funcionalismo público federal.
II - O governo FHC nega ser um governo de perfil neoliberal e justifica a política de desmantelamento do setor estatal com o discurso da necessidade de modernizar a economia brasileira como condição para inserir-se competitivamente no processo de globalização.
III - O sucesso do Plano Real e o processo  de privatização da economia provocaram sensíveis melhorias sociais junto às massas dos excluídos do campo, esvaziando quase por completo a luta política dos movimentos sociais organizados no meio rural.

Quais estão corretas?
a) Apenas I
b) Apenas II
c) Apenas I e II
d) Apenas II e III
e) I, II e III

46. (Mackenzie 98) O confisco das contas bancárias descontentou todos os setores da população. A inflação não foi controlada e o desemprego cresceu. O serviço público desorganizou-se, a abertura para o capital estrangeiro e o fechamento de Estatais faziam parte do plano e do governo, respectivamente:
a) Plano Collor - governo Collor de Mello.
b) Plano Cruzado - governo José Sarney.
c) Plano Bresser - governo Itamar Franco.
d) Plano Real - governo Fernando Henrique Cardoso.
e) Plano de Metas - governo Juscelino Kubitschek.

47. (Uerj 97)     Nos barracos da cidade
            ninguém mais tem ilusão
            no poder da autoridade
            de tomar a decisão
            e o poder da autoridade
            se pode não faz questão
            se faz questão não consegue
            enfrentar o tubarão
            ôôô ôô gente estúpida
            ôôô ôô gente hipócrita (...)

                        (Gilberto Gil e Liminha - Barracos)

A música de Gilberto Gil é do ano de 1985. Ela representa uma certa desilusão dos segmentos mais pobres da população brasileira com o que se convencionou chamar de Nova República.
Esse sentimento pode ser relacionado com:
a) o fim do milagre econômico
b) a continuação da crise econômica
c) a eleição indireta de Tancredo Neves
d) a manutenção das medidas de exceção


48. (Unirio 98) O 3Ž aniversário do Plano Real coloca em evidência não só os resultados alcançados pela estabilização monetária, mas também problemas ainda não resolvidos da economia brasileira.
Assinale a opção que associa corretamente resultados desse Plano e problemas presentes na economia.
a) Ampliação das importações como consequência da longa recessão do setor agrário.
b) Crescimento dos superávites comerciais sustentados pelas exportações de produtos manufaturados.
c) Redução do ingresso de capitais externos, desestimulados pelo fim da especulação financeira.
d) Reforma do Estado, equilibrando as contas públicas e gerando recursos para investimentos sociais.
e) Estabilização monetária e desequilíbrio da balança de comércio pelo aumento das importações.

49. (Ufpe 98) Durante o período dos governos militares (1964-1980) a inflação sofreu uma escalada vertiginosa. A partir do governo Sarney até o atual de FHC muitos planos econômicos foram propostos visando conter a inflação a retomar o desenvolvimento.
Sobre os planos e suas características relacione as colunas a seguir:

1. Plano Cruzado
2. Plano Verão
3. Plano Collor
4. Plano Bresser
5. Plano Cruzado II
6. Plano Real

(     ) retomada da negociação com FMI e suspensão da moratória; congelamento dos preços por apenas dois meses;
(     ) liberação do congelamento de vários produtos e disparo do gatilho salarial, compensador da inflação;
(     ) corte de três (3) zeros do cruzado velho produziu o cruzado novo. Houve também congelamento de preços;
(     ) bloqueio das cadernetas de poupança e de contas correntes no valor de aproximadamente 85 bilhões de dólares;
(     ) controle de preços, desindexação da economia e reestruturação do câmbio;
(     ) congelamento de preços, explosão de consumo, desestímulo à poupança e declaração da moratória.
A seqüência correta é:
a) 4, 5, 2, 3, 6, 1
b) 4, 1, 3, 2, 5, 6
c) 1, 5, 3, 2, 4, 6
d) 5, 2, 6, 1, 4, 3
e) 3, 5, 4, 2, 1, 6

50. (Puccamp 99) "Nesses 25 anos, acompanhei com entusiasmo cada fase da vida política nacional. Depositei fé no país em momentos como as Diretas Já, em 1984. Vibrei com a eleição, mesmo indireta, de Tancredo Neves e chorei com sua morte. No Plano Cruzado, fui fiscal do Sarney e fiquei nas filas do leite e da carne. Meu maior momento de descrença e pessimismo foi o confisco da poupança, promovido pelo assaltante que se instalou no Planalto. No ano passado fui para as ruas pedir sua saída."

Sobre o período relatado no texto (1968-1993) é correto afirmar que
a) a campanha das Diretas Já foi desencadeada após a morte de Tancredo Neves como reação à posse de José Sarney.
b) a Emenda Dante de Oliveira foi votada e rejeitada pelo Congresso em Brasília, com a capital sob estado decretado de emergência.
c) o confisco da poupança como parte do plano de estabilização da moeda pelo governo Collor foi a causa imediata do movimento pelo seu impeachment.
d) o voto direto para Presidente da República, retirado do cidadão brasileiro pelo Estado Novo, só lhe foi restituído pela Constituição de 1988.
e) o período da Ditadura Militar, tal como o da Ditadura Vargas, foi resultante de um golpe de Estado articulado pelo imperialismo norte-americano.

51. (Pucmg 99) A emenda constitucional que garantiu a reeleição presidencial no Brasil (1997) foi resultado:
a) da vontade popular, referendada em plebiscito.
b) de um conchavo entre governo e Congresso, apoiado pelas elites.
c) da união dos partidos de "esquerda", certos da vitória nas urnas.
d) da pressão dos movimentos sociais para consolidar a democracia.
e) de um esforço suprapartidário, visando ao bem-comum.

52. (Ufrrj 99) Desde o início dos anos 90 o Brasil vem experimentando os efeitos das políticas adotadas pelos Governos Collor, Itamar Franco e Fernando Henrique Cardoso. As principais características deste modelo político, considerado por muitos como neoliberal, são
a) o pleno emprego e o desenvolvimento econômico, com base nos investimentos estatais e nas parcerias com o setor financeiro.
b) o controle da inflação e da dívida pública, a partir da redução dos impostos, da negociação da dívida externa e da elevação salarial.
c) a redução da interferência do Estado na economia (Estado-mínimo), a abertura ao capital externo e às privatizações, além da redução de gastos do Estado, através de reformas constitucionais.
d) os investimentos exclusivos na política de bem-estar social, expressos nos assentamentos dos Sem Terra e na Ação da Cidadania Contra a Fome, privilegiando a redistribuição de renda e a permanência do homem no campo.
e) a valorização das organizações dos trabalhadores, visando construir parcerias na luta contra o desemprego.

53. (Ufsc 99) Em 1994, Fernando Henrique Cardoso, na qualidade de Ministro da Fazenda, implantou o Plano Real. Assumindo como presidente da República em 1995, além de manter o referido plano, implementou uma política econômica denominada neoliberal pelos seus adversários políticos.

Assinale a(s) proposição(ões) que é(são) considerada(s) conseqüência(s) da referida política econômica.

01. Aumento significativo do número de empregos e da remuneração dos assalariados, de modo especial, dos servidores públicos.
02. Privatização de empresas públicas como a Companhia Siderúrgica Nacional, Vale do Rio Doce e Telebrás.
04. Queda da inflação, alto índice de desemprego e juros elevados.
08. Investimentos maciços nos sistemas públicos de educação e saúde, e facilidade de financiamentos ao consumidor.
16. Balança comercial invariavelmente favorável.

54. (Mackenzie 99) Dentre os fatores que favoreceram a vitória, por reduzida margem de votos, de Fernando Collor de Mello sobre Luis Inácio Lula da Silva, no segundo turno das eleições em 1989, apontamos:
a) as táticas amendrontadoras de Collor sobre o eleitorado conservador, o confronto ideológico e o apoio da mídia.
b) a oposição do governo norte-americano ao candidato Collor de Mello, já que este se posicionava contra o modelo neoliberal.
c) a proposta social de Collor, francamente favorável à reforma agrária, e a defesa de um maior papel do Estado na economia.
d) a convicção de Lula de privatizar estatais e o discurso moralizante, assustaram os segmentos mais ilustrados da classe média.
e) Lula e Collor tinham em comum o apoio da massa, mas a proposta de Luis Inácio Lula da Silva de abertura total do mercado, impediu o apoio da burguesia nacional à sua candidatura.

55. (Ufmg 2000) Assinale a alternativa em que o contexto destacado está corretamente relacionado a uma manifestação cultural de resistência, de setores da sociedade brasileira, aos problemas vivenciados na época.
a) ERA VARGAS/ Desfiles de escolas de samba com enredos que criticavam Getúlio e seus assessores.
b) GOVERNO JK / Telenovelas cujas tramas buscavam explicitar os problemas econômicos e sociais gerados pela política desenvolvimentista.
c) GOVERNO FHC / Grupos de 'rap' com denúncias do racismo, da falta de oportunidades econômicas e da miséria que assolam as grandes cidades.
d) GOVERNOS MILITARES / Pornochanchadas cinematográficas com roteiros que desmoralizavam as Forças Armadas e o regime implantado em 1964.


56. (Puccamp 2000) Analise os textos.

"Diante dos documentos internacionais que começam a expor a verdadeira situação do Brasil, depois das reformas neoliberais da Constituição e da economia, o único álibi que os responsáveis pelo resultado clamoroso podem invocar é que o 'processo não está concluído'."
            (Janio de Freitas. "Folha de S. Paulo". 19/09/99. Cad. 1. p. 5)

"Nos anos 80 e 90, sob o paradigma neoliberal, diluiu-se a 'legitimidade' dos projetos de desenvolvimento e debilitaram-se os Estados nacionais. Liberalização, desregulação e privatização passaram a constituir os pilares de uma suposta 'nova ordem' que promoveria a modernização e o progresso por força das virtudes da eficiência alocativa dos mercados de capitais".
            (Luciano Coutinho. "Folha de S. Paulo", 12/9/99. Cad. 2. p. 2)

Os dois autores referem-se ao Projeto Neoliberal implantado no Brasil pelos últimos governos da Federação. A partir da análise dos textos, pode-se depreender que o Projeto Neoliberal, no Brasil,
a) acelerou o processo de distribuição de renda no país.
b) fortaleceu o poder de intervenção do Estado na economia.
c) não alcançou ainda os objetivos pretendidos pelos seus idealizadores.
d) ultrapassou a fase de implantação do progresso e da modernização econômica.
e) alavancou o projeto de desenvolvimento industrial.

57. (Puccamp 2000) Leia os textos.

"A crise econômica recente no Brasil demonstra que qualquer país está ameaçado por turbulências informativas e movimentos especulativos nos mercados financeiros globais."
            (Manuel Castells. "Folha de S. Paulo", 23/05/99. Cad. Mais, p. 5)

(...) uma crise aguda da economia brasileira seria transmitida a toda a América Latina e provocaria uma catástrofe nos Estados Unidos, que destinam 20% de suas exportações a essa região. A Europa, evidentemente, também não seria poupada por uma crise geral da economia. Foi menos o futuro do Brasil do que o medo de uma tal crise mundial que mobilizou uma ajuda internacional considerável para livrar o país dos apuros."
            (Alain Touraine. "Folha de S.Paulo". 31/01/99. Cad. Mais. p. 5)

O Plano Real, adotado pelo Governo de Itamar Franco, em 1994, contribuiu para a eleição do Presidente Fernando Henrique Cardoso. No início de 1999, o Plano Real sofreu uma crise que fez cair os índices de popularidade do Presidente. De acordo com os textos, essa crise estava relacionada, principalmente,
a) à fuga de capitais ocorrida no final de 1998, que provocou uma redução nas divisas e a desvalorização cambial.
b) aos conflitos entre Brasil e Argentina, na definição das taxas alfandegárias para importação/exportação de alimentos.
c) aos baixos investimentos do Governo nas áreas sociais, especialmente na saúde, educação e moradia.
d) à falta de decisão política do Governo para enfrentar os problemas decorrentes da baixa oferta de trabalho.
e) ao retorno do processo inflacionário com a conseqüente adoção da política de indexação da economia.

58. (Uerj 2000) MANIFESTO CONTRA A MODA DE SE FALAR MAL DO BRASIL

Sim, o Brasil tem problemas medonhos e não é um exemplo de desenvolvimento e justiça social, mas, com o perdão da má palavra, já ando de saco cheio desse negócio de tudo aqui ser o pior do mundo, ninguém aqui prestar e nada aqui funcionar e sermos culpados de tudo o que de ruim acontece na Terra.  Saco cheiíssimo [sic.] de sair do Brasil e enfrentar ares de superioridade e desprezo por parte da gringalhada, todos nos olhando como traficantes de cocaína, assassinos de índios e crianças, corruptos natos e mais uma vasta coleção de outras coisas, a depender do país e da platéia. (...) Chega desse negócio, eu não sou bandido, nós não somos bandidos, nós somos brasileiros, eles que vão se catar, enfurnados lá no frio escuro e triste deles.
            (RIBEIRO, João Ubaldo.  Veja, 31/03/93.)

Em 1985, com o fim da ditadura militar, surge em segmentos da sociedade brasileira, a esperança de construção de uma nova sociedade - a Nova República.
Contudo, como é ilustrado pelo texto acima, antigos problemas persistem, contribuindo para alimentar uma determinada imagem negativa do Brasil.
Dentre os fatores abaixo, aqueles que indicam, respectivamente, mudança e permanência na ordem político-econômica, durante a Nova República, são:
a) supressão do direito de greve - centralização dos poderes no Executivo
b) extensão do direito de voto aos analfabetos - pequeno poder de compra dos salários
c) elaboração de leis referentes ao meio ambiente - restrições à organização dos partidos políticos
d) extensão dos direitos previdenciários aos trabalhadores do campo - sobrevivência da legislação política de exceção


59. (Ufsc 2001) Fenômenos ocorridos nas décadas de 1950 e 1980, pelo significado histórico, ainda estão registrados na memória de muitos brasileiros. Entre outros, pode-se mencionar a Bossa Nova, o Cinema Novo, o Tricampeonato Mundial da Seleção Brasileira de Futebol e as passeatas pelas Diretas-Já.

Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S) nas suas referências a acontecimentos ocorridos no Brasil nas décadas de 1980 e 1990.

01. A eleição de Tancredo Neves para Presidência da República, cuja morte levou seu vice José Sarney a assumir as funções de presidente do Brasil.
02. O Presidente da República José Sarney anunciou ao país o Plano Cruzado, cujas diretrizes provocariam mudanças na economia.
04. Fernando Collor, também conhecido como "caçador de marajás", assumiu a Presidência do Brasil. Foi acusado por "crime de responsabilidade". Julgado em processo de impeachment, teve seus direitos políticos cassados.
08. Enquanto o Senado examinava o processo de impeachment de Fernando Collor, grupos de jovens saíam às ruas com a cara pintada, tentando garantir sua permanência no cargo.
16. O impeachment de Fernando Collor permitiu a posse do seu vice ltamar Franco que, entre outras realizações, foi responsável pela edição do Plano Real.
32. Fernando Henrique Cardoso foi eleito presidente da República em 1994, concorrendo pelo PSDB. Reeleito, cumpre atualmente o seu segundo mandato.

60. (Pucmg 2001) No início dos anos noventa, diferentes segmentos da sociedade civil, entre eles os estudantes, mobilizaram-se em torno das principais questões políticas nacionais. A presença dos jovens "caras-pintadas" nas manifestações de rua em 1992 reflete o resgate da cidadania no país e o clamor da sociedade:
a) pelas eleições diretas em todos os níveis.
b) pela imediata abertura política do país.
c) pela melhoria das condições do ensino.
d) pela ética e dignidade na vida pública.


61. (Ufpe 2001) Durante os debates que antecederam a convocação da Assembléia Constituinte que se instalou em 1 de fevereiro de 1987, uma reivindicação da sociedade civil se impôs:

a) Os deputados e senadores que não demonstrassem uma participação ativa nos debates e nas comissões, tivessem seus mandatos cassados, não podendo voltar a exercer cargo parlamentar durante oito anos.
b) Fosse convocada esta Assembléia exclusivamente para elaborar a nova Constituição e que, depois de aprovada, a Assembléia fosse dissolvida e novas eleições fossem realizadas para compor o Congresso Nacional.
c) Houvesse uma escolha de deputados e senadores proporcional por categoria profissional como também por setores excluídos da sociedade, deixando apenas uma pequena parcela de vagas para os candidatos dos partidos.
d) Antes de terem início os trabalhos constituintes, fosse aprovada uma Reforma Agrária, que contemplasse amplos setores de trabalhadores sem terra, de forma a diminuir as tensões sociais e, dessa forma, os Constituintes não fossem alvo das pressões populares.
e) A Igreja Católica fosse a responsável por encaminhar todas as propostas oriundas dos setores populares que estavam organizados em Comunidades Eclesiais de Base.

62. (Ufpr 2002) Em 1994, Fernando Henrique Cardoso, então candidato à Presidência da República, afirmava:
"O grande desafio histórico que temos que enfrentar e resolver é justamente esse: redefinir um projeto de desenvolvimento que possa abrir para o Brasil a perspectiva de um futuro melhor - de uma qualidade de vida decente - para o conjunto da sociedade".
            ("Mãos à obra Brasil". Proposta de Governo. Brasília, 1994. p. 9-11.)

Sobre o Brasil da última década do século XX, é correto afirmar:

(01) Juntamente com a Argentina, o Brasil tem demonstrado sinais de afastamento comercial e diplomático do Mercado Comum Europeu e dos países asiáticos.
(02) Graças às políticas econômicas protecionistas inseridas no Plano Real, não se verificou no Brasil, na década de 1990, a instalação de novas empresas transnacionais.
(04) Na agricultura, a produção de grãos destinados à exportação beneficiou-se de um modelo de exploração empresarial baseado na grande propriedade, na utilização de maquinário moderno e na redução da mão-de-obra.
(08) Apesar de um grande número de problemas, o Plano Real conseguiu atingir uma de suas principais metas: manter o crescimento da economia nacional sem a necessidade de recorrer a financiamentos externos.
(16) Desde o início do Plano Real, um dos principais problemas enfrentados pela população brasileira é o desemprego, causado, em grande parte, pelo aumento da importação de bens de consumo e pela alta dos juros.
(32) A partir de 1992, o Brasil passou a ser o país que, dentre os integrantes do Mercosul, apresenta a maior renda "per capita", em função do baixo índice de concentração de riqueza de sua economia.
(64) Um dos principais programas do governo do presidente Fernando Henrique Cardoso propõe a venda de empresas estatais para a iniciativa privada. As estatais já privatizadas integravam principalmente os setores siderúrgico, telefônico, elétrico e petroquímico.

Soma (       )

63. (Pucrs 2002) A vitória de Fernando Henrique Cardoso nas eleições presidenciais de 1994 possibilitou a continuidade e o aprofundamento do modelo de desenvolvimento baseado no Plano Real, que fora lançado em julho daquele ano, sob a articulação do futuro presidente, à época Ministro da Fazenda do governo Itamar Franco. Compõem esse modelo de desenvolvimento os itens a seguir, com EXCEÇÃO da
a) necessidade de aprofundar a internacionalização da economia brasileira.
b) preservação da estabilidade da moeda.
c) ampliação da atuação direta do Estado em setores estratégicos da economia.
d) liberação dos mecanismos de mercado como forma de estímulo à competitividade.
e) abertura ao capital estrangeiro como meio potencial de financiar o crescimento.

64. (Unesp 2002) Observe a charge e assinale a alternativa correta.

a) O processo de fechamento político, iniciado durante o Estado Novo, atingiu seu auge na década de 1960.
b) O Ato Institucional nŽ 5 cassou o direito de voto não só dos analfabetos, como também dos demais brasileiros.
c) Durante o regime ditatorial dos militares, apesar da falta de participação política, houve significativo avanço na distribuição de renda.
d) A Constituição de 1988 assegurou, pela primeira vez na história brasileira, o direito de voto para os analfabetos.
e) A campanha pelas "diretas-já", com apoio popular e da imprensa, conseguiu restabelecer o voto direto para presidente.



65. (Ufu 2001) Sobre os anos 90 no Brasil, assinale a alternativa correta.
a) Enquanto a pressão do desemprego levou os sindicatos a perderem força nas negociações salariais, o movimento dos trabalhadores sem-terra (MST) foi se tomando um dos principais movimentos sociais dos anos 90, lutando pela ampliação da reforma agrária.
b) A política de moralização da vida pública foi a tônica do primeiro governo de Fernando Henrique Cardoso, levando-o a exigir que todos os escândalos financeiros e as denúncias de corrupção fossem investigados pelo Congresso, por meio de CPIs, que conseguiram julgar e prender todos os envolvidos.
c) A política de privatizações, marca do governo Fernando Henrique Cardoso, permitiu que o Estado investisse os recursos obtidos em saúde e educação, contribuindo para diminuir significativamente as desigualdades sociais, de acordo com os mais recentes indicadores do Índice de Desenvolvimento Humano - IDH.
d) A orientação política predominante nos anos 90, de cunho neoliberal, foi responsável pela diminuição acentuada dos níveis de pobreza, pelo aumento da participação dos salários na renda nacional e pelo fortalecimento da capacidade do setor público em atender as demandas sociais.


66. (Ufg 2001) Ninguém em sã consciência deixa tantas pistas óbvias para se incriminar, na copa, na cozinha, nos jardins da casa da Dinda. Planejou minuciosamente seus erros. Nunca renunciará. Ele quer ser deposto, como numa cruza de Getúlio e Jânio, neto do trabalhismo (Lindolfo) e casado com o latifúndio. Quando Collor sair, deposto ou não, haverá uma real fome de sanidade no país. Uma sanidade menos hipócrita. Analisando-o o país se reviu.

A crônica de Arnaldo Jabor, publicada no livro "Os Canibais Estão na Sala de Jantar", captou com precisão a conjuntura política que motivou a queda do governo Collor.
Comparando o governo Collor com outros momentos de nossa história política, pode-se afirmar que

(     ) Collor assumiu o poder numa conjuntura de estabilidade econômica, motivada pelo sucesso do Plano Cruzado.
(     ) entre Collor, Jânio e Vargas percebe-se a formação de uma cultura política, fundada no personalismo, no uso das imagens como arma política e no apelo direto ao povo, características associadas ao populismo.
(     ) a queda de Collor foi uma decorrência da ação do Tribunal de Contas da União que, ao encontrar sérios indícios de desvio de recursos públicos, iniciou o processo de "impeachment"; investigação semelhante motivou a renúncia do presidente Vargas, nos anos 50.
(     ) a herança do governo Collor pode ser percebida nos governos subseqüentes, no que se refere à orientação econômica acentuadamente liberal.

67. (Ufsm 2001)

As mudanças do sistema bancário brasileiro, conforme ilustra a foto, apontam para o(a)

I. concentração do capital financeiro.
II. fim dos ganhos financeiros com a inflação.
III. declínio da atividade bancária.
IV. isolamento do Brasil em relação à globalização da economia.

São verdadeiras
a) apenas I e II.
b) apenas I e III.
c) apenas II e III.
d) apenas II e IV.
e) apenas III e IV.

68. (Ufrrj 2001)             - "Com 105 votos a mais do que os 336 necessários, a Câmara aprovou ontem o pedido de impeachment do Presidente Collor, mesmo após a conclusão da CPI sobre Paulo César Faria, o PC .
            (...)
            A votação foi acompanhada por multidões que ocuparam ruas e praças das principais cidades do país, festejando, voto a voto, o afastamento do Collor."
            JORNAL DO BRASIL: Rio, 30/9/92. p. 1.

O afastamento de Fernando Collor se deu entre outros motivos pela
a) oposição externa à sua política econômica.
b) inexistência de composição com a oposição.
c) denúncia de corrupção no interior de seu governo.
d) alta inflação, apesar do confisco da poupança.
e) adoção pelo presidente de uma política neoliberal.

69. (Uerj 2002) "(...) Temos, no governo Collor, a distância entre duas publicidades: uma publicidade favorável ao governo, por ele suscitada e mesmo paga, que se expressava na encarnação da força física, melhor dizendo, de uma positividade que não remetia a nenhuma virtude moral ou política, mas se reduzia ao mero abuso da animalidade; e outra publicidade, que lhe foi fatal, quando o irmão veio a público denunciar o presidente enquanto pessoa pública, por corrupção, e enquanto pessoa privada, por atos ilegais, quer imorais, nem todos, porém, de relevância para a sociedade brasileira, como os que se referiam à sua vida sexual."
            (RIBEIRO, R. Janine. In: DAGNINO, Evelina (org.). "Anos 90: Política e sociedade no Brasil". São Paulo: Brasiliense, 1994.)

Este texto apresenta algumas reflexões sobre a crise que desencadeou o impedimento do Presidente Fernando Collor de Mello.
A crítica política que apóia as preocupações do autor acerca daquele período pode ser traduzida por:
a) O predomínio da imagem pública é prejudicial à democracia.
b) A propaganda positiva é fundamental na consolidação dos governos atuais.
c) A ênfase na pessoa privada decorre da fragilidade das instituições públicas.
d) A imagem pública fica prejudicada com a difusão dos meios de comunicação.


70. (Fatec 2000) Sobre o governo José Sarney (1985-1990) pode-se afirmar:
a) Para manter a ordem social, lançou mão de um governo autoritário, abolindo conquistas políticas anteriores.
b) Durante os cincos anos desse governo, o país enfrentou recordes de taxas de inflação, diversas crises ministeriais (só da Fazenda foram quatro) e vários planos econômicos que alteraram as regras da economia.
c) Cancelou a moratória, que havia sido requerida no governo anterior.
d) Devido às grandes agitações sociais, Sarney não conseguiu renegociar a dívida externa, e a redução dos juros só foi possível com o auxílio do FMI.
e) No fim desse governo, foi aprovado o plano Cruzado, que contribuiu para que Sarney deixasse o cargo com prestígio e apoio integral do PMDB.

71. (Mackenzie 2001) O desemprego nas áreas metropolitanas cresce, impulsionado por uma selvagem política de redução de custos e de modernização tecnológica posta em prática especialmente no setor industrial. (...) A tendência ao crescimento do trabalho autônomo, precário, de remuneração incerta e baixa se acentua. (...) Em contrapartida assistimos à crescente imobilização do Estado, dilapidado pelas altas taxas de juros, afogado em dívidas, incapaz de levar avante políticas de desenvolvimento ou políticas sociais.
            Fernando A. Novais e João M. Cardoso de Mello

Esse contexto histórico descreve a economia brasileira no período:
a) da década de sessenta.
b) da República Velha.
c) do Estado Novo.
d) da década de noventa.
e) da década de vinte.

72. (Mackenzie 2001) O agravamento da questão da dívida externa, o Plano Cruzado que visava estabilizar a economia do país, a legalização dos partidos clandestinos, o reatamento diplomático com Cuba e maior ênfase a problemas sociais foram características de um governo da história recente da república brasileira. Identifique-o.
a) Fernando Collor de Mello
b) José Sarney
c) Itamar Franco
d) Fernando Henrique Cardoso
e) João Batista Figueiredo

73. (Fatec 99) A 15 de janeiro de 1989, foi criado pelo presidente Sarney o Plano Verão, cujas principais medidas foram:
a) combate ao déficit público; realização de eleições municipais; criação do cruzado novo; diminuição das taxas de juros.
b) aumento da quantidade de dinheiro em circulação; fim da OTN e da URP; novo mecanismo de reajustes mensais de salário, de acordo com a inflação do mês anterior; realização de eleições municipais.
c) congelamento de preços e salários; criação do cruzado novo; fim da OTN e da URP; elevação das taxas de juros.
d) assinatura de um novo acordo externo normalizando  as relações do país com o mercado financeiro internacional; criação do cruzado; fim das taxas de juros; congelamento de preços e salários.
e) criação de pacto social entre setor privado, trabalhadores e governo; realização de eleições municipais; criação do cruzado; fim das taxas de juros.

74. (Pucrs 99) Responder à questão numerando a coluna II de acordo com os planos econômicos citados na coluna I.

COLUNA I
1. Plano Cruzado
2. Plano Collor
3. Plano Real
4. Plano Bresser

COLUNA II

(     ) Volta do cruzeiro como moeda nacional, bloqueio por 18 meses dos saldos de contas correntes, poupanças e investimentos financeiros, e abertura da economia ao capital estrangeiro.

(     ) Retenção de 15% de todos os impostos e contribuições federais pelo Fundo Social de Emergência, controle da emissão de moeda e criação da URV como indexador diário vinculado ao dólar comercial.

(     ) Congelamento de preços, tarifas e salários pelo prazo de um ano e criação do gatilho salarial, a ser disparado sempre que a inflação acumulada superasse os 20%.

A seqüência correta dos números na coluna da direita, de cima para baixo, é a seguinte:
a) 2 - 3 - 4
b) 1 - 4 - 3
c) 2 - 3 - 1
d) 3 - 2 - 1
e) 4 - 1 - 2

75. (Umc 99) Ao assumir a presidência em março de 1990, Collor tinha um efetivo apoio dos meios de comunicação. O governo norte-americano sugeria ao presidente a adoção de uma política neoliberal. Em julho de 1992, 69% desaprovam o governo de Collor. Em setembro desse ano a Câmara dos Deputados vota o impedimento do presidente. Collor renunciou horas antes da votação no Senado que reitera o impedimento. São características desse curto período presidencial:
a) o congelamento das contas de poupança de todos os brasileiros, o aumento das tarifas de importação e a proteção da indústria nacional.
b) a definição de uma política de privatização das empresas estatais, um amplo plano de combate às desigualdades sociais e as boas relações entre os poderes executivo e legislativo.
c) o uso permanente das "medidas provisórias", a desenfreada corrupção em todos os escalões do governo e a política anti-privatista das empresas estatais.
d) o congelamento de poupança de todos os brasileiros, a redução drástica das tarifas de importação e a política de defesa da privatização das empresas estatais.
e) o apoio permanente dos "descamisados" ao presidente, a corrupção em todos os escalões do governo, a queda significativa da inflação.

76. (Fatec 2000) O Plano Real entrou em vigência em fins de 1993, durante o governo de Itamar Franco.

Sobre esse plano é correto afirmar que:
a) reduziu a inflação, desenvolveu a indústria nacional e trouxe a estabilização política.
b) reduziu a inflação, desenvolveu a indústria nacional  e ajudou a diminuir o desemprego.
c) reduziu a inflação, mas as medidas de ajuste adotadas provocaram recessão econômica, quebras de bancos e de empresas, assim como um surto de demissões e desemprego.
d) reduziu a inflação, trouxe a estabilidade econômica, desenvolveu a indústria nacional, resolvendo muitos problemas sociais, com o aumento do poder aquisitivo da população.
e) reduziu a inflação, estabilizou o setor produtivo nacional, ajudou a diminuir a desigualdade social existente no campo e na cidade, enfraquecendo as organizações de oposição como o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra.

77. (Pucmg 2000) O Governo do Presidente Fernando Henrique Cardoso, para consolidar a estabilidade econômica, defende, EXCETO:
a) o aumento da poupança e do investimento interno.
b) o aumento dos encargos para o setor produtivo.
c) a continuidade do programa de privatizações.
d) a Reforma Administrativa, Tributária e da Previdência.
e) a abertura de certos setores ao investimento estrangeiro.

78. (Pucrs 2001) A vitória de Fernando Henrique Cardoso nas eleições presidenciais de 1994 teve como fator decisivo a
a) adoção de uma política eficaz de controle da natalidade, visando a conscientizar parcela da população menos favorecida.
b) redução da criminalidade no campo, devido ao programa de reforma agrária que prevê tolerância em relação à invasão de terras improdutivas no país.
c) política externa de importação de produtos do Mercosul, com o objetivo de reduzir as taxas alfandegárias, resultando em preços mais atrativos no mercado brasileiro.
d) implantação do Plano Real, que criou uma moeda estável no país após décadas de inflação.
e) queda do desemprego devido à adoção do piano de estatização e intervenção reguladora do Estado na economia.

79. (Ufmg 2002) No dia 25 de abril de 1984, uma decisão política marcaria, de maneira decisiva, os rumos da história do Brasil contemporâneo. Nesse dia, a Câmara dos Deputados derrotou a emenda constitucional que restabeleceria as eleições diretas no País.
Considerando-se os desdobramentos políticos da derrota dessa emenda, é CORRETO afirmar que esse acontecimento
a) favoreceu a vitória dos militares no Colégio Eleitoral, com a eleição do General João Batista de Figueiredo, então candidato do grupo do General Ernesto Geisel.
b) fortaleceu parte da oposição, reunida em torno de Tancredo Neves, candidato da Aliança Democrática, formada pelo PMDB e pelos dissidentes do PDS.
c) impediu a candidatura de Paulo Maluf pelo PDS, que vinha sendo apoiada pelos dissidentes do PMDB, com apoio dos militares da chamada "linha dura".
d) impulsionou a campanha popular das "diretas já", levando às ruas milhares de brasileiros, que exigiam o fim imediato do regime militar e mudanças na Constituição.


80. (Puccamp 2002) A imprensa transformou-se no maior apoiador do plano e do presidente. Desde a indisfarçada manipulação da "Rede Globo" e do Jornal "O Globo", passando pelo liberalismo ultramontano de "O Estado de S. Paulo", até o pós-modernismo 'epaté' da "Folha de S. Paulo", e as páginas (...) das grandes revistas semanais "Veja" e "Isto É", os louvores ao plano e à coragem, audácia e modernidade do presidente, compuseram uma adulação da imprensa brasileira que só é comparada à subserviência e indigência mental da época do golpe militar de 1964 (...)
(Francisco de Oliveira. ln. Myriam B. Mota e Patrícia R. Braick. "História: das cavernas ao terceiro milênio". São Paulo, 1997, p. 591)

O texto faz uma severa crítica à imprensa no apoio ao plano que determinou
a) a criação da Unidade Real de Valor, indexador provisório da economia, adoção do Real e a paridade ao dólar.
b) o aumento dos preços de certos produtos e serviços e manipulou artificialmente a inflação para conter os índices.
c) mudança de moeda, confisco do dinheiro dos poupadores e congelamento e controle dos preços.
d) substituição da antiga moeda, congelamento dos preços por um ano, conversão dos salários em cruzados e instituição do abono salarial de 8%.
e) o congelamento de preços acima da realidade do mercado, a contenção dos gastos públicos e a criação de uma nova moeda: o cruzado novo.

81. (Pucsp 2003) Após duas décadas de governos militares e da intensa campanha popular pelas diretas em 1984, as eleições presidenciais de 1985 foram
a) diretas, vencidas por José Sarney, candidato do PDS (Partido Democrático Social), que apoiava o regime militar.
b) diretas, vencidas pelos partidos de esquerda que nasceram após a anistia política de 1979: PT (Partido dos Trabalhadores) e PDT (Partido Democrático Trabalhista).
c) indiretas, vencidas pelo general João Figueiredo, da ARENA (Aliança Renovadora Nacional), que se tornou o último presidente militar do Brasil.
d) indiretas, vencidas pela Aliança Democrática, que reunia o PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro), de oposição, e setores dissidentes do PDS.
e) diretas, vencidas pelo PFL (Partido da Frente Liberal), que apoiara o regime militar e que, após a redemocratização, passou para a oposição.

82. (Pucrs 2003) Tendo em vista as relações do Brasil com os blocos econômicos e organismos comerciais e financeiros do mundo contemporâneo, a política externa dos governos de Fernando Henrique Cardoso, em linhas gerais, caracterizou-se
a) pelo abandono da ALALC, em vista da participação ativa no NAFTA.
b) pela oposição permanente à OMC, devido a pressões do FMI.
c) pela participação nas negociações da ALCA, preservando a liderança no MERCOSUL.
d) pela participação ativa nos foros da OCDE, buscando o fortalecimento da ALADI.
e) pelo afastamento da OEA, ampliando a participação nos foros econômicos da ONU.

83. (Ufmg 2003) Neste momento, estamos passando de um estágio emocional para um estágio racional. Em fevereiro, a inflação - a inflação mais a correção monetária - estava nos conduzindo para uma situação na qual o Brasil seria um país absolutamente ingovernável. Naquela ocasião, fizemos o que achamos que deveria ter sido feito, sem levar em consideração os custos políticos das nossas decisões, e sim o bem do povo [...] Uma vez anunciada a reforma econômica, o que se viu foi uma extraordinária adesão popular. Não podíamos antever que a reação seria tão favorável. O povo tomou consciência da cidadania.
(Trecho de entrevista concedida pelo, então, Presidente da República, José Sarney. "Veja", n. 949, 12 nov. 1986.)

Nesse trecho, o entrevistado faz referência à reforma econômica conhecida como
a) POLÍTICA DO "FEIJÃO COM ARROZ", que previa uma redução da intervenção do Estado na economia, buscando deixar o mercado cumprir seu papel.
b) PLANO CRUZADO, que adotou medidas heterodoxas - como o congelamento de preços e o gatilho salarial -, visando ao controle da inflação.
c) PLANO SALTE, que pretendeu estimular as taxas de crescimento da economia nacional por meio da decretação da moratória da dívida externa.
d) PLANO VERÃO, que combinou medidas ortodoxas e heterodoxas, com ênfase especial no controle dos salários dos trabalhadores.


84. (Ufmg 2003) Observe esta charge:


(FONTE: "Folha de S. Paulo", São Paulo, 15 jun. 2002. p. A2.)
Nessa charge, faz-se referência
a) ao alinhamento político do Governo Fernando Henrique Cardoso com os países da União Européia, que, mediante diferentes mecanismos de pressão, determinam a política interna.
b) à frustração do Governo Fernando Henrique Cardoso, que, devido à ação dos cartolas internacionais, não pôde capitalizar politicamente as vitórias do Brasil na Copa do Mundo.
c) à instabilidade da economia brasileira, economia que, devido ao alto grau de endividamento externo, é permanentemente sujeita à ação dos grandes grupos de investidores internacionais.
d) à pressão dos grandes magnatas de consórcios econômicos brasileiros, que contratam lobistas para influenciar a política externa do Governo Fernando Henrique Cardoso.


85. (Fgv 2003) Em janeiro de 1985, Tancredo Neves foi eleito Presidente da República pelo PMDB. A respeito da chamada Transição Democrática, é correto afirmar:
a) O governo de Tancredo Neves foi marcado por uma grande instabilidade política que levou à renúncia do presidente e à posse de seu vice, José Sarney.
b) Tancredo Neves foi eleito presidente de forma indireta pelo Colégio Eleitoral, tendo como vice José Sarney, ex-presidente do PDS, partido que apoiava o Regime Militar.
c) Em torno de Tancredo Neves formou-se a Aliança Democrática, que reunia o PMDB e dissidentes do PDS, entre os quais José Sarney e Paulo Salim Maluf.
d) A candidatura de Tancredo Neves contou com o apoio oficial de todos os partidos de oposição, isolando completamente os colaboradores do Regime Militar.
e) Apesar de vitorioso nas eleições indiretas, Tancredo Neves foi impedido de assumir o governo pelas Forças Armadas, que fecharam questão em torno do nome de José Sarney.

86. (Mackenzie 2003) "Sarney convocou os brasileiros e brasileiras para colaborar na execução do Plano e travar uma guerra de vida ou morte contra a inflação"
Boris Fausto

O Plano Cruzado entrava em vigor em fevereiro de 1986, resultando:
a) na abertura da economia e no bloqueio das contas de poupança, medidas que controlaram rapidamente a inflação.
b) inicialmente, na retomada do crescimento e, posteriormente, no fracasso econômico, em virtude de razões eleitorais, ágio e desabastecimento.
c) na elevação das taxas de juros, no retorno do real como moeda e na volta da hiperinflação.
d) no pleno emprego, na criação da URV e no déficit na balança comercial em função da abertura de mercado.
e) em um vasto programa de privatizações, na inadimplência, no desemprego e na queda do consumo.

87. (Pucrs 2003) Após vinte anos de governos militares, e com a derrota, no Congresso, da emenda Dante de Oliveira, que restabelecia eleições diretas para a presidência da República, Tancredo Neves é eleito presidente pelo Colégio Eleitoral, em disputa com o candidato governista, Paulo Maluf. A aliança política que viabilizou a vitória de Tancredo era composta pelo .......... e por uma dissidência do .......... , denominada .......... .
a) PMDB     PDT     Frente Liberal
b) PTB     PDS     União Democrática
c) PDT     PMDB     Frente Liberal
d) PDS     PMDB     União Democrática
e) PMDB     PDS     Frente Liberal

88. (Pucrs 2003) Os impasses em torno da reforma da Previdência Social, proposta pelo atual Governo Federal do Presidente Luís Inácio Lula da Silva, estão colocados desde os anos 1980, quando o modelo do Welfare State (Estado de Bem-Estar),
defendido pelos .......... em vários países da Europa, passa a sofrer forte concorrência do modelo .........., implementado na Inglaterra pelas administrações de Margareth Tatcher, visando à redução da participação do Estado nas políticas sociais, e ao incremento das políticas econômicas de superávit primário.
a) sociais-democratas     Neoliberal
b) socialistas     Keynesiano
c) liberais     Trabalhista
d) verdes     Republicano
e) comunistas     Monarquista

89. (Uel 2003) Em 1949, o Jornal Voz Operária estampava a seguinte manchete: "Terror e banditismo no Norte do Paraná. Cresce de intensidade a luta dos camponeses pela terra." ("Jornal Voz Operária", 29 out. 1949, n. 23, p. 1.)

No Brasil, os conflitos pela terra não são recentes, conforme se pode verificar na manchete citada acima. Sobre o tema, assinale a alternativa correta.
a) Chico Mendes, seringueiro e ecologista, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Xapuri, no estado do Acre, foi assassinado a mando de proprietários da região.
b) A reforma agrária empreendida pelos diversos governos do Pará enfraqueceu as lutas pelas terras no estado.
c) As Ligas Camponesas, no estado de Pernambuco, organizaram-se para combater as levas de trabalhadores que vinham do litoral em busca de terras no interior.
d) As terras indígenas, existentes na região Norte do país, permaneceram livres de intrusão devido à política disciplinadora dos garimpos realizada pelos governos brasileiros.
e) Os posseiros do Norte do Paraná beneficiaram-se da legislação agrária estadual que implementou a reforma fundiária na região.

90. (Ufpe 2004) As primeiras eleições diretas para presidente da República, no Brasil, depois dos governos militares, trouxeram de volta uma maior discussão política e reacenderam as esperanças de se construir uma democracia. Com a vitória de Fernando Collor, tivemos:
(     ) um governo apoiado numa ampla base política, liderada pelo PSDB e pelo PDT.
(     ) a retomada de medidas econômicas centralizadoras, que lembravam os tempos de Getúlio Vargas.
(     ) uma oposição sistemática da imprensa, contra as medidas do poder executivo, considerado desorganizado e arbitrário.
(     ) a retomada do desenvolvimento, com o controle da inflação e uma política econômica consistente.
(     ) um governo polêmico, cercado de muitas expectativas, que terminou com a Câmara dos Deputados votando o "impeachment" do presidente.

91. (Ufpe 2004) Nas últimas décadas, a sociedade, no Brasil, tem vivido expectativas políticas de renovação, depois do período dominado pelo autoritarismo dos governos militares do pós-64. Sobre essas expectativas de renovação, podemos afirmar que:
(     ) a sociedade tem resistido ao forte esquema de propaganda política, não havendo influência dessa prática na escolha dos candidatos à presidência da república.
(     ) os partidos políticos defendem propostas viáveis de mudanças sociais, conscientizando seus eleitores e efetivando práticas políticas de cidadania.
(     ) apesar do crescimento dos partidos, como o Partido dos Trabalhadores, ainda existem muitas dificuldades para mudar as práticas políticas tradicionais.
(     ) a presença da televisão tem influenciado nos hábitos e nos costumes do cotidiano da sociedade, inclusive nas suas escolhas políticas.
(     ) há movimentos sociais que atuam buscando melhoria nas condições de vida dos grupos mais pobres da sociedade, apresentando propostas diferentes das propostas dos partidos.

92. (Ufsc 2004) Assinale a(s) proposição(ões) VERDADEIRA(S) referente(s) a acontecimentos históricos relevantes ocorridos no Brasil nos primeiros anos do século XXI.


FOLHA DE SÃO PAULO. São Paulo: 29 jun. 2003 p. A2

(01) No Brasil um cidadão nordestino e metalúrgico foi eleito pelo Partido dos Trabalhadores, aliado a outros partidos, para ocupar o cargo de Presidente da República.
(02) Com a eleição de um presidente filiado ao Partido dos Trabalhadores, as mulheres passaram a ter seus salários equiparados aos dos homens quando no exercício da mesma profissão. E os estudantes negros passaram a ter direito a cotas nas universidades públicas.
(04) Mesmo pertencendo aos quadros do Partido dos Trabalhadores, Luiz Inácio Lula da Silva, já no exercício da presidência, não conseguiu impedir que as lideranças do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, descontentes com o ritmo da reforma agrária, promovessem invasões de propriedades rurais.
(08) Os trabalhadores, empresários e o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra demonstraram publicamente seu apoio ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva evitando críticas, greves e invasões de propriedades rurais após sua posse.
(16) Os servidores públicos descontentes com a proposta de reforma da Previdência, encaminhada ao Congresso Nacional pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, manifestaram publicamente o seu descontentamento.

93. (Puccamp 2004) Para responder à questão, analise o gráfico a seguir.


A eleição presidencial de 1989 foi um marco importante de redemocratização do Brasil. No processo histórico das últimas décadas, essa eleição representou o resultado
a) do embate político entre as forças de direita e de esquerda, que disputavam o controle do movimento pelas "diretas já" desde a eleição, pelo sufrágio universal, do presidente Tancredo Neves, em 1985.
b) das lutas políticas de setores progressistas da sociedade brasileira, que objetivavam resgatar o direito ao voto direto para presidência da República que tinha sido abolido pelo Ato Institucional n 2, em 1965.
c) do planejamento político delineado pelo presidente Castelo Branco, que definiu, no Ato Institucional nŽ 3, retomada do processo democrático para o final da década de 1990.
d) da luta armada realizada por grupos trotskistas e leninistas, que conseguiram neutralizar a ação do aparelho militar, abrindo espaço para a ação dos setores democráticos que defendiam o direito ao voto direto.
e) da vitória da atuação dos juristas pela instituição do estado democrático no Brasil, que conseguiram estabelecer as primeiras eleições diretas, por meio do sufrágio universal, na história do país.

94. (Puccamp 2004) Para responder à questão, analise o gráfico a seguir.


Ao assumir a presidência do Brasil, em 1990, Fernando Collor de Melo adotou um Plano econômico baseado na premissa central de que
a) a redução dos altos salários dos políticos traria a estabilidade econômica sonhada pelos brasileiros, medida que o tornou conhecido como "caçador de marajás".
b) a elevação da taxa de juros e patamares acima de 20% ao mês seria uma medida econômica determinante para a redução dos preços e salários e, portanto, da queda da inflação.
c) o excesso de dinheiro em circulação provocava a especulação financeira e a elevação da espiral inflacionária, sendo o seu enxugamento um fator determinante para frear a escalada da inflação.
d) a distribuição eqüitativa da renda nacional minimizaria o problema inflacionário, por isso optou pelo bloqueio dos cruzados das classes sociais mais favorecidas.
e) o Estado deveria ampliar sua atuação no domínio econômico visando forçar o setor privado a reduzir sua margem de lucro e os preços dos produtos de primeira necessidade.

95. (Ufrs 2004) Os fatos abaixo apresentam fases do processo de transição ao regime democrático no Brasil contemporâneo. Assinale a seqüência cronológica correta.

a) Anistia - Diretas já - Nova República - Constituição de 1988 - Plano Cruzado
b) Diretas já - Anistia - Eleição do presidente Sarney - Plano Cruzado - Constituição de 1988
c) Anistia - Plano Cruzado - Constituição de 1988 - Diretas já - Eleição de Collor
d) Diretas já - Nova República - Plano Cruzado -Constituição de 1988 - Eleição de Collor
e) Anistia - Plano Cruzado - Eleição de Tancredo Neves - Constituição de 1988 - Diretas já

96. (Ufu 2004) A respeito das manifestações sociais ocorridas no Brasil entre 1983 e 1993, assinale a alternativa correta.
a) Entre os mais significativos movimentos, estão o dos consumidores em defesa do congelamento de preços no Plano Cruzado e o dos estudantes "caras-pintadas", que ocuparam as ruas exigindo o impeachment do presidente Collor, investigado por corrupção e enfraquecido pelo fracasso na política econômica de combate à inflação.
b) A campanha das "Diretas-Já", iniciada após a derrota da emenda Dante de Oliveira pela eleição direta para presidente, reuniu políticos e intelectuais na chamada Aliança Liberal, tendo sido fortemente impulsionada pela mídia televisiva.
c) A década de 1980 pode ser identificada como a década dos movimentos sindicais operários, após a fundação da CUT, Central Única dos Trabalhadores. Isto deveu-se à desmobilização dos servidores públicos, ao enfraquecimento do movimento ecológico após a morte do líber seringueiro Chico Mendes e à diminuição dos saques, invasões de terras e terrenos.
d) A comoção social observada com a morte e o enterro do presidente Tancredo Neves, cuja eleição selou o fim da ditadura, tornou-se símbolo de mobilização nacional popular, possibilitando a vitória das esquerdas na constituinte de 1988 contra o chamado "Centrão", sobretudo com os avanços obtidos na legislação sobre a Reforma Agrária.


97. (Fatec 2005) Sobre a eleição de Tancredo Neves, em 1985, é correto afirmar:

a) foi eleito pela Aliança Democrática, de forma direta, tendo como opositor Paulo Maluf.
b) foi eleito pela Aliança Democrática, de forma indireta pelo Colégio Eleitoral, tendo como opositor José Sarney.
c) foi eleito somente pelo PMDB, de forma direta, tendo como opositor Paulo Maluf.
d) foi eleito somente pelo PMDB, de forma indireta pelo Colégio Eleitoral, tendo como opositor Paulo Maluf.
e) foi eleito pela Aliança Democrática, de forma indireta pelo Colégio Eleitoral, tendo como opositor Paulo Maluf.

98. (Fuvest 2005) Nos últimos 20 anos, houve mudanças sócio-econômicas significativas no Brasil. Entre elas, observa-se que
a) a produtividade agrícola avançou, mas não eliminou os movimentos sociais no campo.
b) o país entrou na era da globalização e a produção industrial alcançou autonomia tecnológica.
c) as crises econômicas não foram superadas, mas o produto interno bruto (PIB) cresceu continuamente.
d) as políticas para o meio ambiente ocuparam o centro da agenda governamental e suas metas principais foram implementadas.
e) o desemprego se agravou, mas as políticas públicas compensaram seus efeitos negativos.

99. (Uerj 2005) O BALANÇO DAS PRIVATIZAÇÕES

O que o governo diz:
- Dinheiro arrecadado + dívidas transferidas = 85,2 bilhões de reais
As contas que o governo esconde:
- Dinheiro que não entrou nos cofres do governo ou que saiu deles =  87,6 bilhões de reais
            (Adaptado de BIONDI, Aloysio. "O Brasil privatizado". São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 1999.)

Os dados apresentados referem-se ao processo de privatizações no Brasil, nos anos 90.
A expansão desse processo, em escala global, como parte das políticas neoliberais, é decorrente da relação entre:

a) falência das empresas estatais e endividamento do Estado
b) especialização produtiva e flexibilização da legislação trabalhista
c) manutenção do sistema previdenciário e crescimento dos gastos públicos
d) expansão dos conglomerados internacionais e desregulamentação econômica


100. (Uerj 2005)

(NOVAES, Carlos E. e LOBO, César. "História do Brasil para principiantes". São Paulo: Ática, 1999.)

A charge acima nos remete às eleições presidenciais de 1989, vencidas por Fernando Collor, que governou de 1990 até seu impeachment em 1992.
Uma característica da política econômica implementada por esse governo que o diferencia dos anteriores é:

a) estatização das indústrias de base
b) adoção do ortodoxismo monetário
c) aumento do número de empresas estatais
d) abertura da economia aos produtos estrangeiros


101. (Ufu 2005) A respeito do panorama político no Brasil na década de 1990, assinale a alternativa correta.

a) O segundo mandato de Fernando Henrique Cardoso, iniciado em 1998, foi obtido em função de sua grande aprovação popular, tendo em vista o sucesso do Plano Real que fez diminuir os índices de desemprego e aumentar a distribuição de renda. Ao defender o monopólio nacional do petróleo e das telecomunicações, o governo FHC conseguiu interromper o crescimento das esquerdas, derrotadas nas eleições de 2000.

b) A eleição de Fernando Henrique Cardoso em 1994 representou a vitória da social democracia no Brasil por meio do Plano Real, concebido pelo PSDB, Partido Social Democrático do Brasil, evitando assim uma aproximação do governo aos setores mais conservadores da política como o PFL, Partido da Frente Liberal.

c) Apesar de todo o discurso do presidente Collor em defesa dos "descamisados" e da promessa de "caça aos marajás" do serviço público, a decepção e a indignação da população, bem como o envolvimento do presidente em esquemas de corrupção, foram marcas do primeiro governo eleito após o fim da ditadura.

d) A construção de imagens carismáticas dos governantes pela mídia e pela propaganda governamental, na década de 1990, especialmente de Collor e de Itamar Franco, baseou-se na disseminação do culto à modernidade e à democracia. Com a revalorização do princípio da ética na política, os esquemas de corrupção, detectados no governo Collor, foram diminuindo nos governos seguintes.


102. (Puccamp 2005) Observe os dados do gráfico.

 
            (In: Flavio de Campos. "Oficina de História: história do Brasil". São Paulo: Moderna, 1999. p. 327)

Nos últimos anos, a população brasileira familiarizou-se com análises e discussões sobre modelos econômicos, sobretudo pela série de planos econômicos estabelecidos no Brasil nas décadas de 1980 e 1990. Numa perspectiva histórica sobre a implantação desses planos e de acordo com os dados do gráfico, pode-se afirmar que
a) o Plano Cruzado trouxe prejuízos incalculáveis para os trabalhadores, uma vez que provocou uma redução brutal da oferta de trabalho.
b) os planos Cruzado e Real beneficiaram os trabalhadores rurais, em razão da queda vertiginosa do desemprego no campo, que caiu de 7,81% para 4,39% e de 5,90% para 4,42%.
c) o Plano Real provocou o aumento das taxas de desemprego nas regiões metropolitanas, em razão, entre outras, da política de juros altos, da redução do déficit público e da política de privatizações das estatais.
d) o Plano Collor, ao favorecer a abertura da economia, promoveu um grande crescimento econômico, razão pelo qual verifica-se uma queda acentuada da taxa de desemprego.
e) os planos não alteravam os níveis de desemprego, uma vez que as medidas estabelecidas não atingiam os diferentes setores produtivos da economia brasileira.

103. (Puccamp 2005) Observe a charge de Angeli.


            (In: Antonio Paulo Rezende e Maria Thereza Didier. "Rumos da História". São Paulo: Atual, 2001. p. 634)

A charge ironiza um fato ocorrido no governo do presidente Fernando Henrique Cardoso. Na visão do chargista, o presidente
a) adotou uma política econômica intervencionista que provocou insatisfação na coligação partidária que participou de sua eleição.
b) teve que se aliar a todos os partidos de esquerda com o objetivo principal de impedir que os partidos de direita exercessem influência sobre o seu governo.
c) exerceu forte ofensiva, inclusive fazendo concessões políticas, sobre grandes partidos nacionais com o intuito de aprovar medidas de interesse do governo no Congresso Nacional.
d) controlava todos os partidos políticos do país, fato que possibilitou a aprovação, pelo Congresso Nacional, da emenda constitucional que permitia a sua reeleição.
e) obteve unanimidade na aprovação do projeto de redistribuição das terras produtivas do país, fato que propiciou o aumento da exportação agrícola.

104. (Fgv 2005) As recorrentes crises econômicas que atingiram o Brasil nos últimos 30 anos foram respondidas de formas diversas, como por meio do Plano Cruzado (1986) e do Plano Collor (1990), que decretaram as seguintes medidas, respectivamente:
a) estabelecimento de uma meta inflacionária de 10% ao ano e congelamento dos tributos e das tarifas públicas; a moeda volta a se chamar cruzeiro e todos os investimentos de curto e médio prazos foram bloqueados por 2 anos.
b) congelamento dos preços por 2 meses, aumento das tarifas públicas e a criação do gatilho salarial; criação do cruzado novo, congelamento dos gêneros de primeira necessidade e bloqueio de todos os depósitos em caderneta de poupança.
c) congelamento geral de preços e a criação de um gatilho salarial a ser ativado quando a inflação atingisse 20%; congelamento de preços e salários pela média dos últimos 12 meses e o aumento da remuneração da caderneta de poupança.
d) congelamento dos preços por um ano, além de um abono salarial de 8% para todas as categorias profissionais; retenção, por 18 meses, de todos os valores acima de 50 mil cruzados novos nas contas correntes e nas cadernetas de poupança.
e) aumento tributário para automóveis, bebidas e cigarros e congelamento do preço de alimentos e tarifas públicas; extinção dos investimentos financeiros de curto prazo e adoção de dois índices inflacionários: um para o setor público, outro para o privado.

105. (Puc-rio 2005) A Constituição brasileira de 1988 é conhecida como a "Constituição cidadã". Dentre suas decisões, instaurou e possibilitou a vigência de medidas e códigos legais relacionados aos direitos de grupos específicos, entre os quais podemos identificar:

I) O Estatuto da Criança e do Adolescente.
II) O Estatuto do Idoso.
III) A afirmação do racismo como crime inafiançável.
IV) A demarcação das terras indígenas.

Assinale:
a) Se apenas a afirmativa I está correta.
b) Se apenas as afirmativas I e III estão corretas.
c) Se apenas as afirmativas II e IV estão corretas.
d) Se apenas as afirmativas I, II e III estão corretas.
e) Se todas as afirmativas estão corretas.

106. (Pucrs 2005) Considere as afirmativas a seguir, sobre fatos relacionados à política interna do Governo Luís Inácio Lula da Silva.

I. Foi criado o programa "Primeiro Emprego", como forma de combater o trabalho infantil e o escravo, em expansão em várias regiões do país.
II. Ampliaram-se, através do ProUni, as vagas no ensino superior, para acolher alunos provenientes do ensino público e com renda familiar reduzida.
III. O Programa Fome Zero, taxado por vários representantes da sociedade civil de assistencialista, tem sido criticado pelos entraves burocráticos e pela forma de controle adotada para a concessão dos benefícios, que dificultam a expansão do programa.
IV. O Governo Federal reduziu significativamente os impostos visando a diminuir a carga tributária sobre a classe média e a produção industrial.

Estão corretas as afirmativas
a) I e II
b) I e III
c) II e III
d) II e IV
e) III e IV

107. (Ufpr 2006) A economia brasileira, a partir dos anos noventa do século XX, registrou uma série de mudanças estruturais. Entre elas, podemos considerar como INCORRETA(s):
a) a flexibilização dos monopólios e a desregulamentação dos mercados.
b) a estabilidade monetária e a consagração do Plano Real.
c) a consolidação do Mercosul como um forte grupo de pressão para a conquista da soberania e desenvolvimento auto-sustentado dos países do Cone Sul.
d) a reestruturação do sistema produtivo, com o desenvolvimento da informática e da robotização.
e) o desemprego estrutural, a precarização das relações trabalhistas e a fragilização da estrutura sindical.

108. (Ufmg 2006) Leia este trecho de reportagem:

Às 11h34 deste 15 de janeiro, explode o grito parado no ar durante 21 anos [...]. A multidão se abraça e chora, ergue os braços e pula, rompe os cordões de isolamento, atravessa as rampas proibidas e escala a cúpula do Senado, agitando faixas e bandeiras.
Trio elétrico, bumba-meu-boi, charanga do Atlético Mineiro, samba, frevo e maracatu, bandeiras do Brasil, do Corinthians, dos partidos comunistas, do PMDB, do Flamengo, gente moça e velha, de terno ou de calção, cantando e dançando, um homem grita: .A liberdade chegou.[...].
Um último susto: o carro de bombeiros liga a sirene, mas é só para poder levar uma jovem que desmaiou de alegria, primeira vítima da democracia nascente.
            KOTSCHO, Ricardo. "Folha de S. Paulo".

Considerando-se as informações desse trecho, é CORRETO afirmar que, nele, se faz referência à
a) posse de Fernando Collor de Mello, presidente eleito pelo voto direto, como sucessor do General João Batista Figueiredo.
b) aprovação da Emenda Dante de Oliveira, que previa eleições diretas após o término do Governo Geisel, pelo Congresso Nacional.
c) vitória de Luís Inácio Lula da Silva para o cargo de Presidente da República, na sua terceira tentativa de conquistar o poder.
d) eleição por via indireta, no Colégio Eleitoral, de um presidente civil, que colocava um fim no regime militar.

109. (Ufla 2006)           "Em 29 de setembro de 1992, após uma sucessão de escândalos, a Câmara dos Deputados aprovou a abertura de processo contra o então presidente Fernando Collor por vários crimes. Com o afastamento de Collor em 2 de outubro, Itamar Franco assumiu o cargo, inicialmente como interino e, a partir de 29 de dezembro, quando o ex-presidente renunciou à presidência, em caráter definitivo. Seu governo iniciou-se com amplo apoio popular e sem oposição, mas enfrentou sérios problemas econômicos legados pelos governos anteriores".

Assinale a alternativa que caracteriza CORRETAMENTE ações do governo Itamar Franco.
a) Criação de um plano de estabilização econômica que estabeleceu uma paridade entre a moeda local e o dólar.
b) Confisco da poupança e congelamento das contas bancárias acima de determinado valor.
c) Quebra do monopólio do petróleo e das telecomunicações e alteração estratégica do conceito de empresa estatal em prol do mercado externo.
d) Lançamento de um conjunto de medidas,  como o aumento dos juros, com o objetivo de reduzir o déficit público.
e) Convocação de uma nova Assembléia Constituinte, caracterizada pela descentralização administrativa e financeira do Estado.

110. (Pucrs 2006) INSTRUÇÃO: Responder à questão a partir da leitura e análise das letras das músicas a seguir.

GERAÇÃO COCA-COLA - Letra: Renato Russo
Quando nascemos fomos programados
A receber o que vocês nos empurraram
Com os enlatados dos USA, de 9 a 6.
Desde pequenos nós comemos lixo
Comercial e industrial
Mas agora chegou nossa vez
Vamos cuspir de volta o lixo em cima de vocês.
Somos os filhos da revolução
Somos burgueses sem religião
Somos o futuro da nação
Geração Coca-Cola.
Depois de vinte anos na escola
Não é difícil aprender
Todas as manhas do seu jogo sujo
Não é assim que tem que ser
Vamos fazer nosso dever de casa
E aí então, vocês vão ver
Suas crianças derrubando reis
Fazer comédia no cinema com as suas leis (...)

QUE PAÍS É ESSE? - Letra: Renato Russo
Nas favelas, no senado
Sujeira pra todo lado
Ninguém respeita a Constituição
Mas todos acreditam no futuro da nação
Que país é esse? (...)

As letras das músicas "Geração Coca-cola" e "Que país é esse?", da banda de rock Legião Urbana, referem-se a um contexto particular de transformações na política, na sociedade e na economia brasileira. A sensação de frustração frente às promessas de mudança e de maior participação popular e estudantil na política, presente nas letras dessas músicas, refere-se a um determinado contexto político. Qual é esse contexto?
a) A crise institucional causada pela corrupção no governo de João Goulart.
b) A derrota do movimento "Diretas Já" e a eleição indireta para Presidente.
c) A censura e a repressão do governo do último Presidente militar, o General Médici.
d) As privatizações e a globalização da economia brasileira do Governo de FHC.
e) A crise atual do governo de Luis Inácio Lula da Silva, causada pelo "mensalão".

111. (Ufu 2006)

A foto anterior, publicada na "Folha de S. Paulo", em 07 de maio de 2005, mostra imagens de uma marcha dos trabalhadores sem-terra, entre Goiânia e Brasília. Ao final da marcha, representantes do movimento foram recebidos em audiência pelo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Sobre os significados políticos dessa marcha e sobre o relacionamento entre o Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra e o governo Lula, assinale a alternativa correta.
a) A defesa do "impeachment" do Presidente Lula, em função das denúncias de corrupção no seu governo, foi a principal bandeira levantada pelo movimento dos trabalhadores sem-terra, na marcha de Goiânia à Brasília.
b) Na audiência com o Presidente da República, os representantes do movimento dos trabalhadores sem-terra entregaram-lhe um documento que continha, entre outras reivindicações, a necessidade do governo aumentar significativamente o número de famílias assentadas até o fim de seu mandato, além de liberar crédito especial para os trabalhadores assentados.
c) A marcha de Goiânia à Brasília unificou as organizações dos trabalhadores sem-terra que externaram, em documento, a sua completa desconfiança em relação ao Presidente da República, considerando-o representante dos setores conservadores da sociedade brasileira, portanto, sem nenhuma credibilidade para implementar os assentamentos de reforma agrária pretendidos.
d) A decisão do Presidente Lula de compor seu governo com ministros do campo progressista foi determinante para lhe assegurar maioria no Congresso Nacional, possibilitando o cumprimento das promessas de campanha relativas ao número de assentamentos de reforma agrária e colocando fim aos conflitos e à violência no campo. Por isso, a marcha objetivou explicitar o apoio do movimento ao Presidente da República.

112. (Ufpr 2007) "E as esperanças vão sendo frustradas uma a uma: as Diretas Já, a eleição de Tancredo, o Plano Cruzado, o Plano Collor. E agora o Plano Real, que, passada a euforia, vai revelando sua verdadeira face. O resultado é um só: a ruptura do elo que ligava, precariamente, é verdade, o esforço produtivo coletivo à luta individual. Com isso, a auto-estima do povo brasileiro declina, a idéia de nação esmaece. As manifestações deste fenômeno são perceptíveis claramente na substituição da figura do cidadão pelo contribuinte e, especialmente, pela do consumidor. Volta a se impor avassaladoramente a identificação entre modernidade e consumo 'padrão primeiro mundo'. O cosmopolitismo das elites globalizadas, isto é, seu americanismo, chega ao paroxismo, transmitindo-se à nova classe média, que alimenta a expectativa de combinar o consumo 'superior' e os serviçais que barateiam seu custo de vida."
            (MELLO, João Manuel Cardoso de e NOVAIS, Fernando A. Capitalismo tardio e sociabilidade moderna. In: "História da vida privada no Brasil: contrastes da intimidade contemporânea". São Paulo: Companhia das Letras, 1998, p. 655-656.)

Com base na leitura do texto, que aborda eventos ocorridos nos últimos vinte anos do século XX no Brasil, considere as afirmativas a seguir:

1. O texto registra várias iniciativas na mobilização política e no plano da regulamentação da economia que, frustradas, levaram a população brasileira em geral a encarar com descrédito os rumos do país no derradeiro instante do século passado.
2. O texto destaca o fortalecimento da idéia de nação no fim do século XX, que resultou na ampliação da auto-estima nacional e na preponderância da ação coletiva organizada, em detrimento da atuação interessada em atingir objetivos puramente individuais.
3. O texto assinala que a nova classe média urbana, ao assumir um comportamento vinculado ao "padrão primeiro mundo", afastou-se da influência até então determinante do modo de vida norte-americano.
4. Percebe-se no texto uma crítica explícita à imposição de um consumismo que subordina os interesses humanos a sua capacidade de consumo, gerando uma expectativa que reduz o bem-estar à quantidade de objetos e bens adquiridos.

Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras.
b) Somente as afirmativas 1 e 4 são verdadeiras.
c) Somente as afirmativas 2 e 4 são verdadeiras.
d) Somente as afirmativas 1, 2 e 3 são verdadeiras.
e) Somente as afirmativas 2, 3 e 4 são verdadeiras.

113. (G1 - cftmg 2005) O retorno do Brasil ao regime democrático na década de 80 teve como um de seus marcos significativos a (o)
a) promulgação da nova Constituição Republicana em 1988.
b) eleição de Tancredo Neves, no colégio eleitoral, para presidir o Brasil.
c) vitória do movimento pela eleição direta para Presidente da República.
d) movimento dos "caras pintadas" a favor do "impeachment" de Fernando Collor.

114. (G1 - cftmg 2005) O governo de Fernando Henrique Cardoso (1995-2002)
a) ampliou a presença financeira do Estado nos gastos com habitação, educação e programas de saúde pública.
b) foi marcado pelas privatizações das empresas estatais, visando à obtenção de capital suficiente para abater a dívida pública.
c) reduziu a presença do capital estrangeiro a investimentos em pontos localizados da indústria de base, sob rígido controle do setor público.
d) conseguiu diminuir parte significativa dos desequilíbrios econômicos regionais, por meio da implementação de programas agrários subsidiados pelo Estado.

115. (Ufg 2007) A Constituinte de 1988 abrigou diversas propostas para a formação de novas unidades federativas, cujas proposições foram discutidas em meio à forte disputa política. O projeto de criação do Estado do Triângulo, em Minas Gerais, foi vetado. A singularidade do caso goiano, com a criação do Estado do Tocantins, vincula-se
a) ao desenvolvimento econômico da região norte de Goiás que motivou a proposta separatista.
b) ao aumento das tensões sociais advindas da campanha pela separação do norte goiano.
c) ao investimento na modernização da região com base na atração de capital estrangeiro.
d) à adequação das elites goianas às perspectivas políticas advindas da divisão do território.
e) à emergência de uma cultura nortista, avessa aos valores culturais do povo goiano.

116. (G1 - cftmg 2006) A resposta à crise econômica, vivenciada pelo Brasil no governo Sarney (1985-1990), foi a elaboração e a implantação do Plano Cruzado. Esse plano
a) garantiu a continuidade do "Milagre Brasileiro".
b) assegurou o fim dos desequilíbrios econômicos regionais.
c) alicerçou sua política de salários no princípio da livre negociação.
d) combateu a carestia com a instituição do congelamento de preços.

117. (G1 - cftce 2005) Em relação à Nova República, é COERENTE afirmar que:

a) o Plano Cruzado, no governo Sarney, marcou o processo de estabilização da economia brasileira, pondo fim à especulação financeira e à centralização da renda

b) no processo eleitoral de 1989, confirmou-se a implantação da democracia no Brasil, com a participação de candidatos de várias tendências políticas, em que o vencedor, no final do segundo turno, foi o candidato do PT, Lula, que assumiu a presidência pela primeira vez

c) o Plano Real, lançado no primeiro ano de governo de Fernando Henrique Cardoso, deixou o povo brasileiro num período de expectativa de consumo; após as eleições de 1998, foi substituído por outro plano que causou grande frustração na população, com a perda do poder aquisitivo

d) o Plano Collor, que ficou marcado pelo confisco das poupanças, tanto garantiu a segurança dos direitos sociais dos trabalhadores como rejeitou as imposições neoliberais do FMI

e) no governo Lula, um dos principais aspectos da política social é o programa Fome Zero, que caracteriza muito claramente a preocupação do governo com as camadas mais humildes do país

118. (G1 - cftce 2006) No dia 23 de outubro de 2005, o povo brasileiro foi às urnas. Desta vez, para participar da questão da proibição da venda de armas no país, onde se votou "não" ou "sim". Este processo caracterizou um(a):
a) Plebiscito.
b) Referendo.
c) Iniciativa popular.
d) Ação popular.
e) Prática do habeas-data.

119. (Ufpe 2007) O Plano Real foi implantado para que fosse possível romper com o ciclo inflacionário e estabilizar a economia. Durante o primeiro mandato presidencial de Fernando Henrique Cardoso:

(     ) o movimento sindical conseguiu aumentar seu campo de ação reivindicativa, obtendo importantes melhorias salariais.
(     ) o nacionalismo econômico prevaleceu diante dos projetos de internacionalização que visavam a entrada de empresas multinacionais.
(     ) apesar do efetivo controle da inflação, a concentração de renda continuou elevada.
(     ) o Movimento dos Sem Terra firmou-se diante da opinião pública, pela sua capacidade de luta e de organização.
(     ) consolidou-se um modelo econômico com bases nas propostas e nos princípios neoliberais.

120. (Ufpe 2007) No Brasil, as últimas eleições para presidente da república registram a existência de projetos políticos diferentes, embora com alguns pontos de contato importantes. Analisando as recentes disputas eleitorais, nota-se que:

(     ) a estrutura dos partidos políticos está consolidada com projetos políticos bem definidos e articulados.
(     ) há dificuldades na elaboração de projetos de governo que resolvam os grandes problemas sociais do Brasil.
(     ) faltam partidos políticos que tenham suas bases nas grandes cidades, o que faz com que prevaleçam as oligarquias rurais.
(     ) persistem as antigas práticas populistas, lembrando a época do varguismo.
(     ) existem semelhanças entre os projetos econômicos vinculados à globalização e à modernização tecnológica.

121. (Ufla 2007) No contexto histórico que se sucedeu à morte de Tancredo Neves (21/04/85) e à posse de José Sarney, um dos desafios deste foi o da recuperação da economia, então com uma inflação próxima dos 200% ao ano. É nesse contexto que foi implantado o Plano Cruzado. Uma figura bastante conhecida do Plano Cruzado foi a dos "fiscais do Sarney". As alternativas a seguir estão ligadas a essa "figura", EXCETO:
a) Donas-de-casa observavam permanentemente as prateleiras dos supermercados, munidas de tabelas de preço da Sunab, à procura de mercadorias ilegalmente remarcadas.
b) Congelamento das poupanças e contas bancárias em todo o país.
c) Proprietários e gerentes de estabelecimentos comerciais foram presos por violar o congelamento dos preços após denúncias.
d) Milhares de pessoas passaram a vigiar os preços no comércio e a denunciar as remarcações feitas.

122. (Ufpi 2007) Sobre as eleições presidenciais de 1989, no Brasil, é correto afirmar que:
a) o candidato Mário Covas (PSDB) recebeu apoio da Central Única dos Trabalhadores (CUT), no segundo turno da eleição.
b) o candidato Fernando Collor de Mello (PRN) ganhou a eleição, ao vencer, no segundo turno, o candidato Leonel Brizola (PDT).
c) o candidato Luís Inácio Lula da Silva (PT) disputou com o candidato Fernando Collor de Mello (PRN) o segundo turno da eleição.
d) o candidato Paulo Maluf (PDS) e o candidato Aureliano Chaves (PFL) apoiaram, no primeiro turno, o candidato Leonel Brizola (PDT).
e) o candidato Ulysses Guimarães (PMDB) renunciou, no primeiro turno da eleição, para manifestar apoio ao candidato Luís Inácio Lula da Silva (PT).

123. (Mackenzie 98) O modelo econômico brasileiro dos anos 70 não se sustentou na década seguinte, dentre outras causas, porque:
a) a distribuição equilibrada de renda e a politização das massas inviabilizaram a alternativa econômica autoritária.
b) a política eficaz de controle à inflação gerou desemprego e redução do mercado interno.
c) os altos investimentos, no ensino público e pesquisa, impossibilitaram o Estado de manter-se como agente do desenvolvimento.
d) as preocupações ecológicas e pressões internacionais exigiam a mudança do modelo.
e) o Estado perdeu sua capacidade de financiar o modelo de substituição de importações, que se esgotou.

124. (Ufpi 2000) Findo o Governo do General João Batista Figueiredo, a eleição de Tancredo Neves à Presidência da República representou:
a) a continuidade do sistema de escolha anterior, através da eleição indireta.
b) fortalecimento dos pequenos partidos que lhe garantiram a eleição.
c) a vitória da campanha pelas "Diretas-já", que uniu as oposições.
d) a derrota do PFL, que apoiava a candidatura de Paulo Maluf.
e) a imposição das Forças Armadas, que desejavam permanecer no poder.

125. (Ufpe 2003) Após os militares ocuparem o poder em 1964, a luta pela volta ao estado de direito será uma constante. No entanto, a partir de 1979, à medida que a sociedade alcançava redefinições no campo social, político e econômico, a redemocratização apresentava-se como alternativa para garantir a governabilidade. Sobre este tema, é correto afirmar o que segue.

(     ) As reformas políticas, propostas pelo governo, promoveram a reestruturação dos partidos existentes (ARENA e MDB), a volta de antigos partidos, como o Partido Trabalhista Brasileiro, o surgimento de novos partidos, como o Partido Democrático Social e o Partido dos Trabalhadores.
(     ) O Partido dos Trabalhadores, que tinha como base o novo sindicalismo do ABC paulista e setores da intelectualidade, lançou, em 1982, Luís Inácio da Silva, Lula, como candidato ao governo de São Paulo.
(     ) A revogação do AI-5, em 1979, no final do governo Ernesto Geisel, concorreu para que ocorressem mudanças no campo político e, dessa maneira, fosse possível a instalação da Assembléia Constituinte.
(     ) O Brasil, que no início da década de 60 ocupava o qüinquagésimo lugar entre as economias capitalistas mundiais, passou para o 8° lugar, na década de 70, através de uma política econômica que procurou diminuir as desigualdades sociais, a espoliação e a miséria da classe trabalhadora.
(     ) O movimento das Diretas-Já mobilizou milhões de pessoas, com o objetivo de sensibilizar o Congresso, para que este aprovasse a Emenda Dante de Oliveira, que pretendia estabelecer eleições diretas para Presidente da República.

126. (Ueg 2005) O período de transição da ditadura militar para a chamada redemocratização no Brasil, em meados da década de 1980, caracterizou-se por disputas políticas que giravam em torno da possibilidade de ruptura ou continuidade do modelo que havia vigorado até então. Acerca da década de 1980 no Brasil, pode-se afirmar que foi um período de
a) grande expansão social e econômica, embora fortemente perturbado pelas incertezas quanto à consolidação do modelo democrático.
b) forte desenvolvimento da indústria de base e de transformação, ainda que não tenha sido acompanhado por outros setores da economia.
c) recomposição da mão-de-obra, como resultado do declínio das migrações internas, especialmente as do Nordeste para o Sudeste.
d) recessão das atividades econômicas e de crises sucessivas marcadas por uma inflação ascendente, tanto que muitos a consideram uma década perdida.
e) ampla abertura ao capital internacional, propiciando por essa via o aumento do produto interno bruto (PIB) e o desenvolvimento do Brasil.

127. (Uerj 2007) Há dois modelos clássicos de organização [do Estado]: o do Estado Unitário ou centralizado e aquele do Estado Federal. (...)
No caso do Brasil, há uma estrutura federativa pela Constituição. Apesar de ter passado por períodos de maior ou menor funcionamento como uma federação, todas as Constituições da República definiram a divisão de poderes e de atribuições das escalas territoriais do Estado.
            (adaptado de CASTRO, Iná Elias de. "Geografia e política". Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2005).

Dois momentos da História do Brasil nos quais o federalismo adquiriu menor e maior intensidade, respectivamente, são:
a) República Velha e Estado Novo
b) Regimo Militar e Período pós-1988
c) Segundo governo Vargas e Governo Dutra
d) Governo de Juscelino Kubitschek e Período 1930-37

128. (Pucsp 95) As eleições presidenciais brasileiras, ocorridas neste ano, envolveram oito candidatos, concorrendo por partidos ou alianças diversas. Alguns dos candidatos fizeram, em suas campanha, referências a episódios ou a personagens da história política brasileira do século XX. Entre tais referências pode-se mencionar a lembrança do:
a) nascimento de vários partidos entre 1979 e 1982, momento da "reforma partidária", quando surgiram, entre outros, o PMDB de Orestes Quércia e o PRN de Carlos Gomes.
b) golpe militar de 1964, defendido àquela época pelo PFL e pelo PSC, que instalou no poder o almirante Fortuna, presidenciável nas últimas eleições.
c) desenvolvimentismo de Juscelino Kubitschek, que governou de 1956 a 1961, e que fez aparecer a proposta social-democrata, defendida por Esperidião Amin e por Enéas Carneiro.
d) "impeachment" do presidente Fernando Collor de Mello, ocorrido em 1992 e que contou com a participação favorável, entre outros, de Luis Inácio Lula da Silva e de Fernando Henrique Cardoso.
e) período presidencial de Getúlio Vargas entre 1951 e 1954, quando se formaram os atuais partidos políticos de esquerda - PT e PTB - e quando surgiu a liderança política de Leonel Brizola.

129. (Ufmg 95) A partir do governo Sarney, foram adotados vários planos econômicos que tentaram controlar o aumento desenfreado da inflação brasileira. Alguns desses planos apresentavam características heterodoxas tais como congelamento de preços, confisco da poupança, tentativa de regulação do mercado através de medidas provisórias do Executivo.
A alternativa que apresenta o plano econômico adotado no Brasil, pós 1985, de características heterodoxas é
a) Plano Cruzado.
b) Plano de Ação Econômica (PAEG).
c) Plano de Metas.
d) Plano SALTE.
e) Plano Verão.

130. (Cesgranrio 93) A movimentação causada pelo pedido de "impeachment" do Presidente Fernando Collor de Mello, no Congresso Nacional gerou uma acirrada discussão acerca dos 3 (três) poderes nacionais.  De acordo com a Constituição em vigor, assinale a opção CORRETA:
a) O Congresso Nacional tem poder para cassar o mandato do Presidente da República nos casos de crimes comuns.
b) Somente o Supremo Tribunal Federal tem poderes para julgar o Presidente da República nos casos de crime de responsabilidade.
c) O Congresso Nacional deve julgar os crimes de responsabilidade do Presidente da República.
d) O Presidente da República tem o poder de dissolver o Congresso Nacional, toda vez que este tentar processá-lo.
e) O Supremo Tribunal Federal tem poderes para julgar o Congresso Nacional por crime de responsabilidade, caso o Presidente da República seja inocentado.

131. (Unirio 96) A economia brasileira conheceu, na década de 1986 -1996, uma sucessão de crises e de planos de estabilização.
Assinale a opção que expressa uma afirmativa correta acerca desses planos econômicos.
a) Os planos de estabilização priorizaram o acerto das contas externas e o programa de privatização, relegando a segundo plano o controle da inflação.
b) O Plano Cruzado, que promoveu a abertura da economia brasileira, favoreceu a retomada do desenvolvimento financiado pela poupança externa.
c) O Plano Real, que instituiu a nova moeda brasileira, vem conseguindo índices de inflação baixos, mas não conseguiu reduzir o desemprego.
d) As políticas de distribuição de renda e geração de empregos, adotadas pelos planos econômicos, contribuíram para a aceleração do processo inflacionário.
e) A redução da inflação e a retomada acelerada da produção têm sido financiadas pelos recursos do programa de privatização, implantado pelo atual governo.

132. (Uff 99) Em julho em 1998 foi privatizado o conjunto de empresas estatais brasileiras do sistema Telebrás, dando prosseguimento ao programa neoliberal do governo Fernando Henrique Cardoso.
Assinale a opção que melhor define "privatização":
a) aplicação de instrumento legal pelo Estado brasileiro no favorecimento de empresas estrangeiras em leilões das Bolsas de Valores
b) apropriação do Estado pelo capital privado, nacional ou estrangeiro
c) processo de incorporação de novas empresas privadas ao Estado - o mesmo que Estado-mínimo
d) processo de organização de vendas das empresas estatais através de leilões nas Bolsas de Valores
e) transferência do patrimônio público para o controle privado de setores empresariais, nacionais ou estrangeiros

133. (Unb 99) Na década iniciada em 1981, o Brasil e a América Latina protagonizaram situações de grande ressonância na economia e na política internacionais. Com relação a esses fatos, julgue os itens que se seguem.

(1) A Guerra das Malvinas demonstrou a eficácia do sistema de defesa das Américas, uma vez que todos os países do continente agiram solidariamente em apoio à Argentina, em seu confronto com a poderosa Grã-Bretanha.
(2) A Consagrada expressão década perdida, usada para definir o contexto latino-americano, associa-se, em grande medida, aos efeitos da crise da dívida externa, iniciados pela declaração de moratória do México em 1982.
(3) No Cone Sul do continente americano, a transição dos governos militares para civis trouxe a rápida retomada de uma cultura democrática, historicamente arraigada na tradição política da região.
(4) O fim do ciclo militar no Brasil foi acompanhado pela chamada Nova República, momento-chave para a imediata recondução da vida política à normalidade e da economia à segurança da estabilidade monetária.

134. (Uflavras 2000)     "Na história recente da América Latina (décadas de 80 e 90), a figura dos "caras-pintadas" surgiu no contexto político de dois países em particular, com sentidos radicalmente diversos. Em um deles, predominou o caráter militar-conservador, e em outro, o caráter estudantil-contestador".

Os países em que se deram, respectivamente, tais movimentos foram:
a) Peru e México.
b) EUA e Chile.
c) Argentina e Brasil.
d) Bolívia e Colômbia.
e) Paraguai e Guiana.

135. (Unesp 2006) "Como venho dizendo, Nestor Kirchner não está aí para brincadeiras, só se forem de mau gosto. Toda hora é uma canelada. Ou ele não aparece nas reuniões de presidentes, ou veta a participação de seu chanceler, ou solta uma nota irônica. Pode ser ciúme, por causa do decantado "protagonismo" brasileiro, da balança comercial favorável ao Brasil ou desse ar de bom-moço que o governo Lula assumiu com organismos internacionais e com o tal do mercado".
            (Eliane Cantanhêde, "Folha de S.Paulo", 03.05.2005.)

O texto jornalístico indica alguns obstáculos no caminho do entendimento dos países da América do Sul, tais como
a) os subsídios concedidos pelo Estado brasileiro aos produtos agrícolas de exportação e a expansão industrial da Argentina.
b) as diferenças de organização política num e noutro país, democracia no Brasil e autoritarismo estatal na Argentina.
c) a oposição brasileira à participação da Argentina nas organizações internacionais e o esforço do Brasil de participar do Grupo dos Oito.
d) o apoio brasileiro ao governo populista venezuelano e a ausência de um projeto brasileiro para a América Latina.
e) a desigualdade nas relações econômicas entre os dois países e as particularidades de suas políticas externas.

136. (Fatec 98) A Constituição de 1988 reflete, dentro do processo de modernização do Brasil, conflitos sociais ainda fortes, bem como o nível de organização dos grupos sociais.
Quanto a essa Constituição é correto dizer que
a) avançou em relação aos direitos civis e às questões sociais, como a reforma agrária nas pequenas e médias propriedades improdutivas.
b) manteve os privilégios de uma minoria que defende a reforma agrária em etapas; mas avançou na defesa dos monopólios dos setores estratégicos.
c) avançou em relação às questões econômicas e sociais, como a reforma agrária; mas restringiu direitos civis, como o aborto para menores de 21 anos.
d) avançou em relação à defesa do regime democrático e aos direitos civis; mas não em questões econômicas e sociais, como a reforma agrária.
e) manteve os privilégios de uma minoria que defende as empresas estatais, mas avançou nas questões econômicas e sociais, como a reforma agrária.

137. (Puccamp 2001) A Constituição Brasileira de 1988 introduziu alterações significativas no plano jurídico-político nacional. Dentre elas pode-se citar:
a) instituição do hábeas data, que torna passível de fiança crimes como racismo, tráfico de drogas e terrorismo.
b) extensão do direito de elegibilidade às mulheres e voto facultativo aos jovens entre 16 e 18 anos.
c) proibição da greve aos setores considerados essenciais: saúde, transportes, polícia e funcionalismo público.
d) extensão do voto a analfabetos, proteção ao meio ambiente e reconhecimento da cidadania dos índios.
e) restrição dos direitos trabalhistas apenas ao setor produtivo urbano e eleições em dois turnos para presidente, governador e prefeitos.

138. (Uel 2003) Observe a figura e responda à questão.


Com base na charge e nos conhecimentos sobre a atual Constituição brasileira, é correto afirmar:
a) As dificuldades de acesso aos direitos sociais elementares (moradia, saúde e alimentação) têm origem na forma como a Constituição atual foi elaborada.
b) A Constituição de 1988 introduziu uma série de benefícios sociais que privilegiaram as famílias dos estratos médios em detrimento da população em geral.
c) O texto da última Constituição assegura em sua formulação jurídica conquistas sociais e individuais aos cidadãos brasileiros.
d) Os dispositivos da Constituição de 1988 revogaram a legislação conhecida como CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).
e) O texto atual da Constituição é omisso em relação ao tema dos direitos da criança e do adolescente no Brasil.

139. (Pucpr 2006) A constituição de 1988, escrita pelos membros do Congresso Nacional, que recebera poder constituinte, consagrou numerosos direitos trabalhistas no seu artigo 7Ž.

Assim sendo, complete as lacunas:
Estabeleceu que a jornada normal de trabalho é de ____ horas semanais e que o pagamento por horas extras será no mínimo de ____% a mais que a hora normal. A licença à gestante será de ____ dias, concedendo-se ao pai a licença paternidade de ____ dias. Prevê direito a férias de ____ dias por ano trabalhado (sem faltas injustificadas).

A alternativa que completa corretamente o texto é:
a) 40 - 20 - 140 - 7 - 20
b) 44 - 50 - 120 - 5 - 30
c) 44 - 50 - 110 - 5 - 30
d) 40 - 60 - 120 - 3 - 30
e) 48 - 40 - 150 - 9 - 31

140. (Uerj 2005) Povoando dramaticamente esta paisagem e esta realidade social e econômica, vagando entre o sonho e o desespero existem 4.800.000 famílias de rurais sem terras. A terra está ali, diante dos olhos e dos braços, uma imensa metade de um país imenso, mas aquela gente (quantas pessoas ao todo? 15 milhões? mais ainda?) não pode lá entrar para trabalhar, para viver com a dignidade simples que só o trabalho pode conferir, porque os voracíssimos descendentes daqueles homens que haviam dito: "Esta terra é minha" (...) rodearam a terra de leis que os protegem (...).
            (SARAMAGO, José. In: MORISSAWA, Mitsue. "A História da luta pela terra e o MST". São Paulo: Expressão Popular, 2001.)

OS SERTÕES
Foi no século passado
No interior da Bahia
Um homem revoltado com a sorte
Do mundo em que vivia
Ocultou-se no sertão
Espalhando a rebeldia
(...)
Defendendo Canudos
Naquela guerra fatal.
            Edeor de Paulo, samba-enredo da escola de samba "Em Cima da Hora", 1976

Os dois textos acima têm como principais elementos geradores das problemáticas apontadas os processos de:
a) assentamento agrícola e êxodo rural
b) proletarização rural e reforma agrária
c) modernização agrícola e revolta social
d) concentração fundiária e conflitos no campo


141. (Puccamp 94) "...as elites e camadas superiores do Terceiro Mundo, que já cercaram suas residências de arame farpado, deixaram de por o pé em vastas regiões de seu próprio país e somente ousam sair na rua armadas, obviamente já não consideram seres humanos a maioria dos seus chamados concidadãos. São essas minorias que se aferram às estratégias de privatização e abertura do FMI..."

No Brasil, as minorias a que o texto se refere foram responsáveis, recentemente, pela ascensão política de
a) Roberto Marinho.
b) Herbert de Souza.
c) Fernando Collor de Mello.
d) Luis Inácio Lula da Silva.
e) José Carlos Alves dos Santos.

142. (Pucmg 97) Em novembro de 1979, foi extinto o bipartidarismo no Brasil, vigente durante o período militar, favorecendo o surgimento de novos partidos políticos. Definidos mais claramente na década de 80, os partidos expressaram as pretensões dos diversos setores sociais, sendo correto afirmar que, EXCETO:
a) o PDS, antiga ARENA, agrupou parte dos conservadores e a direita.
b) o PT reuniu aqueles que acreditavam em novas alternativas socialistas.
c) o PP, formado por antigos políticos conservadores ligados ao trabalhismo, acabou sendo absorvido pelo PMDB.
d) o PDT retomou a tradição trabalhista congregando a esquerda radical.
e) o PMDB congregou os setores liberais, facções conservadoras e, durante certo tempo, a esquerda tradicional.

143. (Uerj 2003) GERAÇÃO COCA-COLA

Quando nascemos fomos programados
A receber o que vocês nos empurraram
Com os enlatados dos USA, de 9 às 6.
Desde pequenos nós comemos lixo
Comercial e industrial
Mas agora chegou nossa vez
Vamos cuspir de volta o lixo em cima de vocês.
Somos os filhos da revolução
Somos burgueses sem religião
Somos o futuro da nação
Geração Coca-Cola.
Depois de vinte anos na escola
Não é difícil aprender
Todas as manhas do jogo sujo
Não é assim que tem que ser?
Vamos fazer nosso dever de casa
E aí então, vocês vão ver
Suas crianças derrubando reis
Fazer comédia no cinema com as suas leis.
(Renato Russo)

O título e a letra da canção expressam a insatisfação e a visão crítica de parte da juventude brasileira da década de 1980, em relação a padrões de comportamento dominantes na sociedade.
Dois problemas característicos da juventude dessa década, que estão identificados na letra e que melhor justificam o rótulo "geração coca-cola", são:
a) decadência moral - rígido controle social
b) pobreza econômica - limitações culturais
c) alienação cultural - insatisfação política
d) nacionalismo musical - falta de acesso à escola


144. (Unifesp 2005) A Constituição de 1988 dotou o governo do poder de legislar por meio de Medidas Provisórias. Desde então, todos os presidentes, inclusive o atual, têm feito extenso uso dessa atribuição, seja para assuntos urgentes ou importantes, seja, até mesmo, para tocar o dia-a-dia da administração.

A isso o Congresso tem, em geral, reagido com
a) independência, estando mais preocupado com as disputas internas.
b) docilidade, evidenciando falhas no seu funcionamento.
c) indiferença, demonstrando má vontade em colaborar com o executivo.
d) oportunismo, possibilitando ao judiciário exorbitar em suas atribuições.
e) sagacidade, escondendo sua debilidade estrutural face aos outros poderes.

145. (Ufmg 2006) Considerando-se as práticas e os agentes culturais no Brasil dos anos 1980, é CORRETO afirmar que
a) houve um intenso debate em torno do uso, ou não, de influências e instrumentos estrangeiros - por exemplo, a guitarra elétrica - na produção da MPB.
b) foi comum a criação de grupos teatrais - entre outros, o Teatro Brasileiro de Comédia -  que buscavam, inspirados por autores como Brecht, uma grande sintonia com o mercado.
c) ocorreu um grande projeto nacional, o Tropicalismo, que articulava diferentes atores da esquerda militante e os estudantes em torno da cultura.
d) foi muito freqüente o surgimento de grupos de rock, pelos quais parte da juventude expressava seu descontentamento com a política e os políticos.



GABARITO

1. [E]

2. [D]

3. [A]

4. 01 + 04 + 08 + 16 + 32 = 61

5. 01 + 08 + 16 = 25

6. [A]

7. [A]

8. [A]

9. [C]

10. [A]

11. [B]

12. [B]

13. [C]

14. [A]

15. [B]

16. [E]

17. [A]

18. [D]

19. [B]

20. [C]

21. [C]

22. [C]

23. [E]

24. [A]

25. [E]

26. [A]

27. [E]

28. [A]

29. [C]

30. [D]

31. [E]

32. [D]

33. [D]

34. [A]

35. [D]

36. [D]

37. V F V F F

38. [E]

39. [C]

40. [D]

41. [E]

42. [B]

43. [C]

44. [D]

45. [C]

46. [A]

47. [B]

48. [E]

49. [A]

50. [B]

51. [B]

52. [C]

53. 02 + 04 = 06

54. [A]

55. [C]

56. [C]

57. [A]

58. [B]

59. 01 + 02 + 04 + 16 + 32 = 55

60. [D]

61. [B]

62. 04 + 16 + 64 = 84

63. [C]

64. [D]

65. [A]

66. F V F V

67. [A]

68. [C]

69. [C]

70. [B]

71. [D]

72. [B]

73. [C]

74. [C]

75. [D]

76. [C]

77. [B]

78. [D]

79. [B]

80. [C]

81. [D]

82. [C]

83. [B]

84. [C]

85. [B]

86. [B]

87. [E]

88. [A]

89. [A]

90. F F F F V

91. F F V V V

92. 01+08+16=21

93. [B]

94. [C]

95. [D]

96. [A]

97. [E]

98. [A]

99. [D]

100. [D]

101. [C]

102. [C]

103. [C]

104. [D]

105. [E]

106. [C]

107. [C]

108. [D]

109. [A]

110. [B]

111. [B]

112. [B]

113. [B]

114. [B]

115. [D]

116. [D]

117. [E]

118. [B]

119. F F V V V

120. F V F V V

121. [B]

122. [C]

123. [E]

124. [A]

125. V-V-F-F-V

126. [D]

127. [B]

128. [D]

129. [A]

130. [C]

131. [C]

132. [E]

133. F V F F

134. [C]

135. [E]

136. [D]

137. [D]

138. [C]

139. [B]

140. [D]

141. [C]

142. [D]

143. [C]

144. [B]

145. [D]




Nenhum comentário:

Postar um comentário